14 anos de dedicação: artesã Pinhalense comenta sobre a atividade

8952

Em tempos de pandemia, se reinventar é a solução. Estar em casa é uma oportunidade de despertar a criatividade, e o artesanato é uma opção criativa de ocupar a mente. Criar toalhas, quadros, marcadores de crochê, pinturas em potes e garrafas, são umas das opções para mexer com a imaginação pessoal.

Para a artesã Pinhalense Solange da Cunha, que iniciou ainda quando era criança, tinha o trabalho manual como um serviço alternativo. No ano de 2006, abriu seu próprio ateliê, “Sola & Artes Artesanatos”. E com 14 anos de experiência, Solange comenta que sua rotina e a criatividade mudaram neste momento de isolamento social, “com o início da confecção de máscaras, trabalhei dia e noite e finais de semana direto. Os modelos que faço, precisa de muito mais tempo e mão de obra. Estou sempre criando e inovando nos meus trabalhos”, ressalta Solange.

Com dedicação e atenção, Solange se dedica ao trabalho 100% artesanal, ou seja, manual. A artesã comenta que seu principal trabalho, são os tapetes de retalhos, com tecidos reciclados e ecológicos, “eles são práticos. Eu faço a cor e o tamanho que a cliente precisa, dependendo do ambiente. Além, dos outros trabalhos como costura, customização, todas voltadas ao artesanato”, conclui a profissional.

RCO