CHAPECÓ
Início Educação Ação social leva crianças de Chapecó ao circo

Ação social leva crianças de Chapecó ao circo

62
Divulgação/Extra Comunica

Com mais de 60 anos de história, o Circo Tihany é o principal da América Latina e o terceiro maior do Mundo. Esse circo, que iniciou em Chapecó sua nova turnê no Brasil, com o espetáculo Abracadabra, tem entre seu público pessoas atendidas por instituições sociais da cidade. Desde o dia 5 de junho, até este domingo, 15 de julho, quando encerra as apresentações em Chapecó, serão mais de 600 usuários de escolas e movimentos sociais que terão assistido às apresentações, mediante parceria estabelecida entre o circo e o Grupo GV/Inviolável.

Essa ação é resultado do projeto de desenvolvimento cultural “Inclusão comunitária: a cultura circense acessível a projetos sociais”. Através desse projeto, o Grupo GV/Inviolável realizou, inicialmente, atividades que foram denominadas como “pré-circo”. Nelas, os usuários das instituições selecionadas participaram da confecção de adereços alusivos ao mundo circense, como gravatas e chapéus de palhaço. Posteriormente, os usuários da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Chapecó (Apae), do Centro Associativo de Atividades Psicofísicas Patrick (Capp), do Programa Viver e da Associação de Deficientes Visuais (Adevosc) puderam acompanhar as apresentações do circo, no período vespertino.

Para a gerente de marketing da Inviolável Chapecó, Carolina Vivian, “a primeira atividade teve como objetivo auxiliar no desenvolvimento motor, criatividade e socialização entre as crianças, adolescentes e adultos, além de conduzi-los a vivenciar o momento anterior ao espetáculo com expectativa e entusiasmo”, destaca. A partir do “pré-circo” foi agendada a presença em apresentações diárias, por parte de um público especial, formado por portadores de necessidades múltiplas e crianças em risco social, com acompanhamento de familiares e responsáveis pelas instituições.

Como um dos patrocinadores da temporada Tihany em Chapecó, o Grupo GV (Grandes Valores) também desenvolveu outras promoções para a presença no circo, que incluíram clientes e funcionários para assistir à arte circense apresentada no espetáculo Abracadabra.

No semblante

Diretora da Apae, Nara Maria Valiati, destaca a oportunidade de acesso à cultura e também a opção de lazer e integração social ao ver de perto a mágica e o encantamento do circo. “O semblante dos alunos durante o espetáculo deixou explícita a felicidade que sentiram por estarem vivendo aquele momento de emoção, surpresas e alegrias, inclusive porque, para muitos, foi a primeira vez na vida que foram ao circo”, complementa a diretora.