CHAPECÓ
Início Entretenimento Alan Santos é apresentado pelo Verdão

Alan Santos é apresentado pelo Verdão

9898

A Chapecoense apresentou, na tarde desta quinta-feira (06), mais um atleta que irá reforçar o elenco alviverde nos compromissos da temporada 2020. Trata-se do volante Alan Santos, de 26 anos, que firmou contrato definitivo com a Chape até o final deste ano. Vindo do Tigres-MEX, o atleta chegou a afirmar que tomou decisões erradas durante a carreira, mas que, agora, está feliz e comprometido com o compromisso de vestir a camisa verde e branca. “A bíblia fala que: O sábio aprende com o erro dos outros e o tolo com seu próprio erro. Eu fui tolo algumas vezes, tive que aprender com meu próprio erro, tive escolhas que foram erradas e entendi o meu propósito. O meu propósito é jogar futebol, estar feliz. Estava de uma forma “presa” no México. Dois anos que venho de uma forma profissionalmente que não gostaria, 2017 foi o melhor ano de minhas temporadas e aqui vim cumprir meu propósito, eu sabia que quando recebi o convite Chapecó era o melhor lugar.”

Ao lado de Alan no momento da apresentação, o Superintendente de Futebol Neto falou sobre amizade com o volante e sobre como desejava trazê-lo para a Chapecoense desde quando chegou ao clube, em 2015. “Na época ele acabou assinando com  o Coritiba, onde fez temporadas excelentes  até ser transferido para o Tigres, do México. Mas agora surgiu a oportunidade. É um privilégio ter ele conosco. É um atleta com o perfil da Chapecoense e que vai nos ajudar muito dentro de campo e fora dele” afirmou o ex-zagueiro.

Foto: Márcio Cunha/ACF
Foto: Márcio Cunha/ACF

Durante todas as suas manifestações, o atleta – que se definiu como um jogador que tem, como ponto forte, a parte técnica – fez questão de falar sobre os diferenciais da Chapecoense. “A Chapecoense mexe com o brio de qualquer pessoa, por tudo o que aconteceu. Quando eu vesti essa camisa e pisei nesse corredor, foi algo inexplicável que eu senti”.

Por fim, Alan – que já treina normalmente com o restante do grupo – afirmou a disposição em ajudar a Chapecoense, acima de tudo, a cumprir os objetivos da temporada. “Vou trabalhar muito forte para que, com a minha parcela, possa cooperar para que a gente cumpra os objetivos, como você falou, um só não é herói no futebol, é um conjunto.”

Foto: Márcio Cunha/ACF