CHAPECÓ
Destaques Antes de morrer, idosa de 100 anos pede doações de alimentos ao...

Antes de morrer, idosa de 100 anos pede doações de alimentos ao invés de flores

Dona Silvia quis que, ao invés de coroas de flores, lhe homenageassem com cestas básicas, para serem doadas a famílias carentes em SC

10053

Silvia da Silva Moura, a moradora mais idosa de Balneário Camboriú, morreu nesta quarta-feira (6), aos 100 anos. Para a despedida, a família divulgou um último pedido especial: dona Silvia quis que, ao invés de coroas de flores, lhe homenageassem com cestas básicas, para serem doadas a famílias carentes.

Sarah Severino, neta de dona Silvia, diz que a avó era um exemplo de mulher. Ativa e muito conhecida na cidade, ela teve uma queda no dia 27 de fevereiro, e quebrou o fêmur. Foi operada e a cirurgia correu bem, mas teve complicações no pós-operatório. No sábado, apresentou uma insuficiência renal e seu estado de saúde agravou.

A neta diz que a ideia de que, quando partisse, fosse homenageada com doações _ e não flores _ é antiga. Mas, no último ano, dona Silvia passou a insistir mais no assunto. Por isso, ao avisar sobre o velório e o sepultamento da avó, nas redes sociais, ela fez questão de relembrar o pedido.

Dona Silvia foi sepultada na manhã desta quinta-feira no Cemitério da Barra, em Balneário Camboriú. Muitos dos que passaram pelo velório, para se despedir, atenderam ao pedido e levaram as doações. Outros preferiram entregar na casa da família.
Os alimentos serão entregues a famílias carentes. Como também foram doadas fraldas geriátricas, a família pretende levar a asilos e hospitais.

NSC Total

Secured By miniOrange