CHAPECÓ
Geral Artesãos devem renovar carteira pela internet

Artesãos devem renovar carteira pela internet

8407

Caixas decoradas, telas, quadros, artefatos em tricô, crochê, artesanato em madeira, placas decorativas, confecção de bonecos, entre outros decorativos e utilitários para casa. Essas e muitas outras peças são produzidas pelos artesãos chapecoenses. E para que eles possam exercer sua profissão com mais segurança, eles têm uma Carteira Municipal de Artesão que precisa ser atualizada junto à Secretaria de Assistência Social de Chapecó – SEASC. O documento é um reconhecimento e valorização à profissão de artesão, além da formalização dos profissionais para garantir os benefícios profissionais, oportuniza a participação em eventos e feiras organizadas pelo município.

Devido a pandemia que estamos vivendo, este ano o recadastro será de forma VIRTUAL. É necessário entrar em contato pelos telefones (49) 3319-1213 ou (49) 3319-1216 das 07 às 19 horas para agendar data e horário de atendimento. No horário agendado, a equipe da SEASC entrará em contato via whatsapp para orientações. É importante ter em mãos no momento do atendimento, RG, CPF, comprovante de endereço, CNPJ (se tiver), atualização de cursos e feiras que participou entre 2018 a 2020 e uma relação com produtos novos que desenvolveu, com fotos que serão enviados posteriormente por Whatsapp ou E-mail.

O recadastro será efetuado entre os dias 18 de maio a 30 de junho, com horários disponíveis durante a manhã e a tarde. É necessário agendar o atendimento pelo telefone. O cadastramento virtual será apenas para os que já possuem a carteira e vão fazer o recadastro da mesma. A inclusão de novos artesãos deverá ocorrer presencialmente após a pandemia. Importante destacar que a Carteira tem validade de 02 anos.

Saiba mais

O total de artesãos cadastrados junto a SEASC é de 426 unidades produtivas (Artesãos novos cadastrados em 2019 e os que realizaram cadastramento em 2018); 250 artesãos individuais (sendo 64 novos e 186 recadastrados); 07 associações; 04 Grupos de Mulheres (133 artesãos vinculados nas Associações e Grupos de Mulheres); 43 artesãos indígenas (36 da Aldeia Condá e 07 da Aldeia Toldo Chimbangue). Eles são acompanhados pela Administração Municipal através do Projeto Artesanato na Palma da Mão que iniciou em 2013 para atender artesãos individuais, artesãos vinculados à associação e artesãos indígenas.

O objetivo é organizar e capacitar grupos de artesãos no município, para confecção de produtos destinados ao mercado consumidor como fonte de renda e para melhoria de vida dos participantes envolvidos, com foco no artesanato que resgata a identidade local. Criado em 2013, o objetivo do programa é organizar e capacitar grupos de artesãos no município de Chapecó, para o desenvolvimento de produtos destinados ao mercado consumidor, como fonte de renda e visando a melhoria de vida dos participantes envolvidos, com foco no artesanato que resgata a identidade local.

Os profissionais têm espaços para comercialização de seus produtos. No Centro Público de Economia Solidária, Aeroporto Municipal, Centro de Informações Turísticas, Terminal Rodoviário e no Calçadão (Rua Benjamin Constant, entre Avenida Getúlio Vargas e Nereu Ramos). Além desses locais, são organizadas feiras de artesanato, oficinas de qualificação, bem como participação em eventos promovidos no município.

Secured By miniOrange