As adaptações da Chapecoense durante a quarentena

9142

Em meio a parada do Campeonato Catarinense, a Chapecoense busca adaptações. O administrativo trabalha em home office, jogadores dão dicas de como passar a quarentena em casa e o departamento de futebol avalia contratações. Paulo Magro, presidente da Chapecoense, participou do programa Golaço da Rádio Oeste Capital e falou sobre a situação.

A questão financeira é uma das preocupações do clube. “Na verdade estaríamos entrando no mata a mata. Teria a renda que poderia ajudar. Para ganharmos dinheiro, tirando os sócios, precisamos de três, quatro ou cinco mil pagantes na Arena. Isso impacta”, explica o presidente da Chapecoense.

Para quase todos os clubes, o Campeonato Catarinense é deficitário. Por outro lado, o Brasileirão conta com outros investimentos. “Temos que esperar a CBF, as cotas da Televisão, vamos ver como que vai proceder. Sem duvidas nenhuma, neste momento, não prejudica só o futebol mas a economia como um todo”, diz o presidente.

Os homens do futebol da Chapecoense trabalham mesmo com a pausa na competição. O foco são as contratações, que visa a série B do Campeonato Brasileiro.

“O departamento de futebol trabalha nas contratações para a série B. Nesta parada, é o momento de fazermos de tudo para termos a saúde em primeiro lugar, mas avançar em algumas negociações. O pessoal está trabalhando muito e certamente teremos novidades”, disse Paulo Magro.

O setor administrativo da Chapecoense segue as determinações das autoridades municipais e estaduais e, neste momento, está em home office.

Indefinição na sequencia do estadual

 

Foto: Comunicação/FCF

Na última segunda-feira (16), a Federação Catarinense de Futebol (FCF) suspendeu o Campeonato Estadual. Na sequencia, todos os clubes de SC paralisaram os treinamentos.

“Estou seguindo o que o presidente da federação tem falado. Essa determinação aconteceu na segunda-feira. Eu acredito que os próximos quinze dias serão fundamentais para termos uma posição definitiva. Eu diria que devemos aguardar mais um pouco”, disse o presidente da Chape.

Atletas

Nas redes sociais, o clube divulgou vídeos em que os atletas divulgam dicas do que fazer durante a quarentena. Confira: