CHAPECÓ
Geral Câmara Municipal debate saúde mental em reunião de trabalho em Chapecó

Câmara Municipal debate saúde mental em reunião de trabalho em Chapecó

9525

O sistema de atendimento em saúde mental de Chapecó e os encaminhamentos de pacientes psiquiátricos foram discutidos nesta quinta-feira (17), em reunião de trabalho, no plenário da Câmara de Vereadores. O encontro foi conduzido pela vereadora Deise Schilke (PT) e reuniu diversos representantes das áreas da atenção psicossocial e da saúde.
Várias demandas sobre esses atendimentos foram levantadas durante a reunião de trabalho. Entre elas, a inexistência de leitos psiquiátricos em Chapecó. “Os pacientes do município são transferidos para outras cidades da região. Avaliamos isso como um absurdo, já que Chapecó é cidade polo e deveria oferecer esses atendimentos”, lembrou a vereadora.
O diretor-geral do Hospital Regional do Oeste (HRO), Sérgio Thomazoni, também esteve no encontro, e disse que a instituição não tem estrutura e nem profissionais para oferecer internação para pacientes psiquiátricos.
Os coordenadores de atendimento psicossocial e os profissionais de medicina de algumas universidades de Chapecó, foram enfáticos em explanar suas preocupações para que o município avance nos atendimentos em saúde mental. “Essa discussão vem há mais de 10 anos e não conseguimos evoluir. Acredito que o Hospital Regional precisa ingressar rapidamente nesse processo”, opinou a coordenadora de Acolhimento, Mirian Andrade.
A vereadora Deise, propôs alguns encaminhamentos ao final da reunião. Sugeriu a criação de um grupo de trabalho com representantes de várias entidades ligadas à saúde mental para avançar nas políticas públicas, avaliar de que forma será escolhida a instituição para oferecer as internações, seja por hospitais públicos ou clínicas especializadas.

Secured By miniOrange