Cão Barney, do Corpo de Bombeiros, morre enquanto fazia busca no Sul de SC

9799

O cão Barney, do Corpo de Bombeiros Militar de Lages, na Região Serrana de Santa Catarina, morreu no começo da noite desta sexta-feira. Segundo informações da corporação, o animal morreu quando atuava junto com o tutor em buscas por uma pessoa desaparecida em Içara, no Sul do Estado.

Barney teria entrado em um rio para indicar uma possível vítima aos socorristas e não voltou mais à superfície. Na noite desta sexta os bombeiros faziam buscas pelo corpo do cachorro, que poderia ter ficado preso ao longo do leito do rio. O cão será cremado em um crematório de animais em São José, na Grande Florianópolis.

Em fevereiro, Barney atuou em Brumadinho (MG)

Barney era um dos 10 cachorros que o Corpo de Bombeiros de Santa Catarina possui para operações.

O cão da raça labrador tinha dois anos e uma rotina que envolvia treinamento, mas também reservava espaço para brincadeiras e para a doçura do animal.

Em fevereiro, Barney e o responsável por ele nos bombeiros, o soldado Luciano Rangel, integraram a equipe de catarinenses que participou das buscas por vítimas no rompimento da barragem de mineração em Brumadinho (MG).

Luciano Rangel era o responsável por treinar o cão e utilizá-lo nas operações de busca
Luciano Rangel era o responsável por treinar o cão e utilizá-lo nas operações de busca

(Foto: Divulgação)

FONTE: NSC