CHAPECÓ
Notícias Caso Rafael: Definida data de julgamento de mãe acusada de matar o...

Caso Rafael: Definida data de julgamento de mãe acusada de matar o filho em Planalto

9109

Foram definidas as datas pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS) para o sorteio de jurados e julgamento de Alexandra Salete Dougokenski, acusada de assassinar o filho, Rafael Winques, de 11 anos, em maio de 2020 na cidade de Planalto/RS. Conforme o TJ-RS, o sorteio acontecerá no dia 22 de fevereiro, às 16h30, e o julgamento está marcado para o dia 21 de março, às 9h30. Ambas as etapas do processo contra Alexandra serão realizadas em Planalto, sendo que o julgamento acontecerá no Clube Independência.

São 25 os jurados titulares que vão integrar o Conselho de Sentença. Diante da possibilidade de alguns não serem localizados e também em razão da pandemia de Covid-19, haverá sorteio de 25 suplentes – entre os previamente habilitados e com idade inferior a 60 anos, ou seja, fora do grupo de risco etário.

Durante o julgamento, serão ouvidas 12 testemunhas, sendo que cinco delas foram arroladas pela acusação e pela defesa. Elas ficarão incomunicáveis a contar da data do julgamento até o momento imediatamente posterior às oitivas. Alexandra será julgada por homicídio qualificado (motivo torpe, motivo fútil, meio cruel, dissimulação e recurso que dificultou a defesa da vítima), ocultação de cadáver, falsidade ideológica e fraude processual.

O crime

Em maio de 2020, o corpo de Rafael foi encontrado dentro de uma caixa de papelão que estava no terreno da casa vizinha de onde ele vivia com a mãe. Ele estava desaparecido há 10 dias. A causa da morte indicada pela perícia foi asfixia mecânica provocada por estrangulamento. Alexandra chegou a confessar o crime na época, mas, hoje, a defesa nega o homicídio. Ela está presa.

Fonte: Folha do Noroeste