CHAPECÓ
Geral Casos de bruxismo aumentam durante pandemia

Casos de bruxismo aumentam durante pandemia

9841

Silencioso e pouco notado por quem sofre, o bruxismo é o ato de apertar ou ranger os dentes de maneira excessiva, provocando desgastes nos dentes ao longo do tempo.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), publicados em março deste ano no portal da Associação Brasileira de Odontologia, cerca de 40% da população brasileira sofre com bruxismo. No mundo, 30% da população é afetada pelo incômodo.

A pandemia do COVID-19 contribuiu para o aumento dos casos em consultórios odontológicos, pois, com o isolamento, as pessoas passaram a ter um aumento significativo de ansiedade e estresse emocional, o que potencializa a atividade muscular da mandíbula.

A Dra. Milleny Pio, cirurgiã dentista da Face Unic Chapecó explica que o transtorno geralmente acontece à noite, mas as pessoas que possuem o bruxismo mais severo podem desenvolver esse hábito durante o dia também.

De acordo com Milleny, o bruxismo não tem cura, no entanto, existem medidas que servem para amenizar os sintomas que a patologia trás, por exemplo. “Uma das medidas para diminuir o transtorno é a realização do botox no músculo masseter, a aplicação dessa toxina botulínica neste músculo pode provocar o relaxamento do músculo” completa Milleny.

A cirurgiã dentista Aline Wenginovicz enfatiza que as pessoas que sofrem do bruxismo, possuem geralmente uma hipertrofia muscular, “essa hipertrofia se apresenta normalmente no músculo masseter, e pode aparecer também no músculo temporal que trata-se de um outro músculo que temos na face”, explica.

A doutora ainda ressalta que o uso do botox serve para promover o relaxamento desses músculos, que estavam ali em uma função exagerada.

Além disso, outra opção de tratamento é o uso de placa miorrelaxante. “Neste caso, o paciente utiliza a placa miorrelaxante geralmente à noite, durante o sono, o que faz com que o apertamento não aconteça sobre os dentes, e sim sobre a placa, resultando no relaxamento muscular”, finaliza Aline.

Créditos da foto: Divulgação

Secured By miniOrange