Chape busca recursos através da Lei de Incentivo ao Esporte”

31

Assim como na outra temporada, as categorias de base da Chapecoense receberão aporte financeiro arrecadado através da Lei do Incentivo ao Esporte (Lei n° 11.438/06 e Decreto n° 6.180/07). O clube teve projetos aprovados pelo Ministério do Esporte para buscar aproximadamente 1,7 milhões destinados para as categorias masculinas sub-15 e sub-17. O outro projeto autoriza a captação de 1,5 milhões para o futebol feminino nas categorias sub-15, sub-17 e adulta.

A Chapecoense já está na etapa de captação. O mês de dezembro é fundamental para a aquisição dos recursos, haja vista  que as empresas passam pelo o fechamento anual e tem calculado o montante de imposto de renda a ser pago.

Como funciona

A Lei de Incentivo ao Esporte estabelece que possa ser deduzido do imposto de renda devido, apurado na declaração de ajuste anual pelas Pessoas Físicas (até 6%) ou em cada período de apuração, trimestral ou anual, pela Pessoa Jurídica (até 1%) tributada com base no lucro real, os valores despendidos a título de patrocínio, no apoio direto a desportivos projetos previamente aprovados pelo ministério do esporte.

Quem pode doar

– Qualquer pessoa física (até 6% do seu imposto de renda);

– Pessoa jurídica tributada com base no lucro real (até 1%).

Para doar é simples. Basta os interessados informarem aos seus contadores o desejo de contribuir com o clube ou entrarem em contato com a Chapecoense através do fone (49) 3905 – 3724.

Projetos aprovados

A Associação Chapecoense de Futebol tem dois projetos aprovados e publicados no Diário Oficial da União, no dia 1º de outubro de 2018.

Por Rafael Bressan