CHAPECÓ

    CHAPECÓ – Ano marcado na pele: 2017 especial vira tatuagem em jogadores da Chape

    12

    Alguns atletas do Verdão, como Wellington Paulista, homenageiam temporada especial: “Foi muito importante ano passado pra gente”
    O ano que passou foi mesmo especial para a torcida e jogadores da Chapecoense. Tamanho o feito na reconstrução do clube após a tragédia na Colômbia, com direito a título estadual e classificação para a Libertadores, que alguns atletas do Verdão resolveram eternizar 2017 com uma tatuagem.
    Com Wellington Paulista puxando a frente, Arthur, Moisés Ribeiro, Lucas Marques e Reinaldo também gravaram as conquistas. A imagem leva o ano 2017 entre uma bola e um arco e flecha.
    – Uns 7, 8 jogadores fizeram isso. Mais pelo que viveu, foi muito importante ano passado pra gente. Para todos, torcedor, clube, fizemos em homenagem para deixar marcado no corpo – disse o capitão do Verdão.
    Com a manutenção de boa parte do elenco para 2018, a expectativa na Arena Condá está elevada. Então é bom os jogadores deixarem um espaço separado para o caso desta temporada surpreender a todos como no ano que passou.

    – Se 2018 for tão legal quanto 2017 vamos bolar algo legal no fim do ano com certeza – disse Wellington Paulista.

    O primeiro compromisso para fazer uma temporada novamente inesquecível é na próxima quarta-feira, na estreia do Catarinense, contra o Concórdia, fora de casa. A bola rola à partir das 20h30 (de Brasília), com transmissão em tempo real do GloboEsporte.com.
    Fonte: GLOBO ESPORTE