CHAPECÓ
Geral Chapecó decreta situação de emergência devido à estiagem

Chapecó decreta situação de emergência devido à estiagem

9820

O prefeito em exercício Itamar Agnoletto assinou, na manhã desta sexta-feira, um decreto que declara Situação de Emergência nas áreas do município em virtude do desastre classificado como Estiagem.

Segundo dados da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina – EPAGRI e a Secretaria de Desenvolvimento Rural – SEDEMA a estimativa de perdas nas culturas/criações seria de: milho (35%); milho silagem (36%); soja (25%); feijão (34%); leite (20%) e gado de corte (25%), o que representa de 50 a 60 milhões de reais de prejuízos aos agricultores do município.

O decreto serve de subsídio para os produtores na busca de recursos, através das linhas de crédito intermediadas pela EPAGRI junto às instituições financeiras. Inicialmente R$ 10 mil por família atingida.

A distribuição de água potável para consumo humano, que a mais de 10 dias já vinha sendo feita pela Prefeitura nas comunidades do interior, foi intensificada. A Companhia de Águas e Saneamento – CASAN, cedeu um caminhão pipa com capacidade de 15 mil litros para reforçar a operação.

O prefeito Itamar disse que “a administração está alerta a situação da seca que vem atingindo a nossa região e mediante parecer técnico favorável da Defesa Civil do município, agiu no enfrentamento a essa crise hídrica para amenizar o sofrimento, principalmente, das famílias de agricultores”.

O telefone da Central para solicitar o abastecimento emergencial de água é o 3329-3600.

Este Decreto de Situação de Emergência fica em vigor por 180 (cento e oitenta) dias, a contar da data de hoje, 07/01/2022.