CHAPECÓ
Esportes Chapecó esclarece questão dos Joguinhos Abertos

Chapecó esclarece questão dos Joguinhos Abertos

9075

A Administração Municipal de Chapecó/SC realizou na manhã desta segunda-feira uma entrevista coletiva no gabinete do prefeito João Rodrigues, para falar sobre a questão da sede dos Joguinhos Abertos.
Além do prefeito estiveram presentes o secretário de Governo, Thiago Etges, o presidente da Fundação de Esporte de Chapecó, Agnaldo Pereira, e o ex-presidente da Fundação, Mauro Johann, que acompanhou a negociação. Alguns gerentes da Fundação e professores de modalidade acompanharam a coletiva.
João Rodrigues disse que Chapecó candidatou-se em 2021 a ser sede dos Joguinhos mas, alguns pré-requisitos não foram cumpridos pela Fesporte, dentro do prazo previsto. O município solicitou R$ 1 milhão para melhorias das quadras esportivas e outras despesas, o que não foi atendido pela Fesporte. Além disso, o órgão estadual deveria ter realizado uma vistoria técnica em até 180 dias antes da competição, o que não foi feito.
Diante disso o município chegou a mandar um ofício no dia 20 de junho, desistindo de ser sede. No mesmo dia em que a Secretaria de Educação do Estado informou que não iria disponibilizar as instalações das escolas estaduais para o evento, tanto para os jogos, quanto para alojamentos.
Posteriormente a Fesporte comunicou que Chapecó seria banida das modalidades. Para não prejudicar os atletas, a Administração Municipal resolveu bancar os custos e mandou um novo ofício, no dia 6 de julho, manifestando que manteria a intenção de sediar o evento.
No entanto, a Fesporte mandou um parecer jurídico de que já estaria em contato com outra sede, inicialmente Criciúma, que acabou desistindo.
“A Fesporte passou a buscar outras sedes e não aceitou de volta Chapecó, além de banir o município da competição, prejudicando nossos atletas. Isso é uma discriminação que o Governo do Estado está adotando com Chapecó, como já vem ocorrendo em outras áreas, como no caso da Saúde”, disse o prefeito.
Foi citado que no ano passado Concórdia deixou de ser sede e participou da competição. Diante do comunicado de que Blumenau será a sede o prefeito manifestou a intenção de buscar judicialmente os direitos do município.

Secured By miniOrange