CHAPECÓ
Destaques Chapecó instala modelo de lixeira subterrânea

Chapecó instala modelo de lixeira subterrânea

10510

Um modelo de lixeira subterrânea foi apresentado na manhã desta segunda-feira, pela Prefeitura de Chapecó/SC. Um protótipo, com tubos e tampas em inox e caixas em polietileno, foi instalado na rua Rui Barbosa, entre as ruas Benjamin Constant e Quintino Bocaiúva. Essa estrutura fica dentro de um buraco revestido com pré-moldado de concreto e, as tampas, ficam no nível da rua.
“Tudo partiu do interesse da Prefeitura em instalar equipamentos subterrâneos para deixar a cidade mais limpa. Uma empresa de Chapecó se dispôs a produzir um modelo, que agora está em fase de testes. Tão logo aprovado o sistema nós vamos lançar uma licitação no mercado nacional para instalação de 30 a 50 lixeiras subterrâneas para a área central da cidade. É mais uma ação da administração para deixar a cidade mais bonita e mais moderna”, disse Rodrigues.
O secretário de Infraestrutura Urbana, Luiz Paulo Carraro, disse que nesta fase de testes um caminhão da secretaria vai recolher o lixo, mas que, com a instalação de novos pontos, a empresa que faz a coleta seletiva terá que adaptar seus caminhões ao novo modelo. Além disso, a lixeira subterrânea abre vagas de estacionamento, pois elimina os atuais contêineres.
A gerente de Saneamento da secretaria, Graciela Heckler, disse que as lixeiras subterrâneas têm 30% maior de capacidade que o sistema existente no município, com capacidade superior a três metros cúbicos. O modelo também possui sistema de câmeras com energia solar e sensor de volume e temperatura, permitindo verificar quando a lixeira está cheia, economizando deslocamentos.
“O sistema de automação permite a organização, otimização no sistema de coleta e uma coleta mais eficiente. Nosso compromisso no gerenciamento dos resíduos sólidos é voltado para o meio ambiente, pois às vezes o lixo é descartado fora das lixeiras e fica espalhado nas calçadas, muitas vezes tendo como destino as bocas de lobo. Quem ganha com este sistema é a nossa população e nossa cidade, que fica mais organizada e mais limpa”, disse. Graciela.
Ela citou que menos de 50 cidades no Brasil têm este sistema, e com menos de 20 pontos. Campinas-SP, Distrito Federal e São José-SC são algumas das cidades que já tem esse sistema. No Oeste Chapecó é a primeira cidade.

Secured By miniOrange