Chapecoenses tem orçamento médio menor para compras do Dia dos Pais

26

O Dia dos Pais é mais uma data especial que gera estímulos para a movimentação econômica de praticamente todos os setores do comércio. Com base nisso, dados divulgados pela Divisão de Pesquisa e Estatística do Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (Sicom) revelam que a previsão do gasto médio para o próximo Dia dos Pais, pelos consumidores chapecoenses, é de R$ 157,14.

O orçamento dos filhos chapecoenses era maior do que o deste ano, mesmo apontando uma melhor condição financeira. O gasto médio foi de R$ 161,43. Esse valor foi levantado em pesquisa de intenção de compra realizada pela Federação do Comércio de Santa Catarina (Fecomércio), que mostra para o Estado o gasto médio previsto de R$ 158,06 por pessoa.

De acordo com o Sicom Pesquisas, que apoiou o levantamento em Chapecó, 41,4% dos chapecoenses apontam melhora na condição financeira comparada ao ano passado, enquanto 33,8% indicam estabilidade e 24,8% piora. Já em relação à forma de pagamento, 74,5% dos chapecoenses optarão pela quitação em dinheiro à vista. Em seguida vêm as opções à vista no cartão de crédito, em 8,6%, e à vista no cartão de débito, com 8,3%.

 Presentes e passeio

Dados divulgados pela Divisão de Pesquisa e Estatística do Sicom indicam que em Chapecó 45,7% dos consumidores apresentam preferência de presentear com vestuário e 17,2% devem optar por perfumes/cosméticos para o Dia dos Pais. Além de movimentar o comércio tradicional, o Dia dos Pais também traz impactos para o setor de serviços. É grande o número de famílias que aproveitam o dia para realizar alguma programação especial. Em Chapecó, 49% dos entrevistados irão almoçar ou jantar na casa de parentes, seguidos pelos 8,9% que irão sair para almoçar ou jantar em algum restaurante.