Confira a nota da Polícia Civil à Imprensa

10086

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal de Chapecó, órgão com atribuição constitucional e legal para a apuração de infrações penais, dentre elas as de homicídio, considerando os reiterados pedidos de esclarecimentos por parte da imprensa quanto à veracidade das informações que circulam nas redes sociais acerca do documento encontrado no interior da residência localizada na Avenida São Pedro, no Bairro Pinheirinho, nesta Cidade de Chapecó, Estado de Santa Catarina, onde foram encontradas três vítimas em decorrência de disparos de arma de fogo, manifesta-se no seguinte sentido:

1. Foi instaurado o competente Inquérito Policial para apurar as circunstâncias das mortes, por meio do qual serão cumprindas todas as formalidades de praxe, com a requisição dos laudos perícias ao Instituto Geral de Perícias e a oitiva de eventuais testemunhas;

2. A Polícia Civil confirma a existência do documento em questão, porém não o divulgou e nem coaduna com a sua divulgação, até por respeito aos familiares da vítima;

3. Trata-se de documento localizado na cena do crime, cuja divulgação é passível de responsabilização penal.

Chapecó/SC, 06 de novembro de 2019.

Vagner Tiago Ramos Papini Delegado de Polícia Civil