CHAPECÓ
Geral Conjuntivite pode ser sinal de Covid-19

Conjuntivite pode ser sinal de Covid-19

Especialistas alertam para sintomas pouco mencionados, mas muito importante na identificação da contaminação por coronavirus.

9707

Os olhos são uma via aberta para infecções de diversos gêneros. Recentemente estudos comprovaram que entre 1% a 3% dos casos entre pessoas que atestaram positivo para o Covid-19, apresentavam olhos vermelhos.

Segundo as médicas oftalmologistas do Instituto de Olhos Sizenando Souza Filho (IOSSF), doutora Giselle Caon e Denise Caon de Souza Rahmeier essa mutação viral ainda vem sendo estudada, porém a sua relação com o vírus não deve ser descartada. “Até o momento a contaminação se manifesta como qualquer outro vírus sem dar sinal específico, com inflamações nestas estruturas. Ou seja, ainda não se pode dizer que uma pessoa que apresenta vermelhidão nos olhos está com coronavírus. A expectativa é de que nos próximos meses surjam estudos mais específicos que comprovem já no exame”, explica Giselle.

Mesmo com uma definição incerta da ligação do vírus com a conjuntivite, a profissional explica que o vírus pode se espalhar facilmente e a contaminação comunitária pode sim, ocorrer pela visão, tocando o fluido dos olhos de uma pessoa infectada ou de objetos que o transportam. “O contágio é ainda mais rápido e muitas vezes imperceptível, e pode ocorrer por meio da lágrima ou secreção”, afirma.

Os cuidados com a visão e contágio da doença devem ser redobrados para quem usa óculos ou lentes de contato. A doutora Denise explica que nestes casos a higienização destes acessórios deve ser contínua. “Ao mesmo tempo que o óculos se tornam uma proteção contra a contaminação, por ter uma proteção à frente dos olhos, os mesmos podem se tornar uma porta de entrada para o vírus que permanece nos óculos quando o mesmo não é higienizado corretamente e tiveram algum contato com local ou pessoas já contaminadas”, diz.

Manter óculos limpos, mãos higienizadas, lentes de contato limpas e estojos higienizados, não compartilhar toalhas, maquiagens e trocar as fronhas do travesseiros sempre que houver uma suspeita. “Em casos de crise deve-se evitar o uso das lentes de contato e as mesmas devem ser descartadas, pois o vírus permanece nelas”, afirma Denise.

A doutora frisa que é importante estar atento a todos os principais sintomas que apontam para o Covid-19 como febre, tosse seca, dores no corpo e ficar atento aos olhos. “Não quer dizer que a pessoa que esteja com olho vermelho está infectada, muitas vezes os olhos ganham essa coloração por uma situação alérgica ou outro tipo de doença que se manifesta por este órgão, mas é um ponto a ser avaliado quando associado aos demais sintomas específicos e já confirmados da doença”, explica Denise.

Flavia Mota

Secured By miniOrange