Coritiba esta de volta a Série A do Brasileirão

8387

O Coritiba está de volta à primeira divisão do Campeonato Brasileiro. O time paranaense tinha situação tranquila, precisava de apenas um ponto, mas foi além neste sábado. Buscou uma virada no segundo tempo e derrotou o Vitória, por 2 a 1, no Barradão, em Salvador, pela última rodada da Série B. Depois de disputar o Brasileirão por oito temporadas seguidas, o Coritiba foi rebaixado em 2017 e agora volta à elite com a terceira melhor campanha, com 66 pontos. Além disso, o alviverde termina a competição com uma série de 13 jogos sem derrota. O Vitória se despede na 14ª posição, com 45 pontos.
O grande destaque da partida foi o atacante Wanderley. Ele saiu do banco de reservas aos dois minutos do segundo tempo, entrando no lugar de Robson, para anotar os dois gols da vitória paranaense. O Coritiba dependia apenas de suas forças para garantir o acesso. Era apenas somar um ponto. Mesmo assim, Jorginho não quis saber de empate e escalou uma equipe ofensiva. O volante Matheus Salles deu lugar a Igor Jesus e os paranaenses entraram apenas com um jogador de marcação no meio-campo.
Com liberdade no ataque, os meio-campistas do time visitante apareceram bem. Giovanni tentou de longe e Martín Rodríguez caiu bem para fazer a defesa. A resposta do time da casa também veio em chute de longe. Felipe Gedoz arriscou e a bola passou perto da meta de Alex Muralha. O jogo seguia lá e cá. Com o Coritiba tomando iniciativa e o Vitória respondendo. Aos 13 minutos, Robson finalizou livre de marcação para boa defesa de Martín Rodriguez, que fechou bem o ângulo. Na bola parada, no lance seguinte, os mandantes assustaram após desvio de Baraka para o meio da área.
O restante do primeiro tempo foi marcado pelo equilíbrio, com os times brigando pela posse no meio-campo. Antes do intervalo, Jorginho mexeu no time tirando Giovanni, que já tinha cartão amarelo, e colocando Matheus Salles. Mesmo com a marcação reforçada, o Coritiba não foi capaz de evitar que o adversário abrisse o placar. Aos 47 minutos, Eron encontrou belo passe no meio da defesa e deixou Anselmo Ramon na cara do gol. O centroavante finalizou duas vezes para abrir o placar.
Os dois times começaram o segundo tempo trocando chutes de fora da área. Serginho tentou pelo Coritiba, enquanto Gedoz arriscou para o Vitória. Os donos da casa chegaram a marcar novamente, com Eron, após rebote de Alex Muralha, mas a arbitragem assinalou impedimento. O Coritiba aproveitou para empatar no lance seguinte. Aos 15 minutos, Robson recebeu lançamento e cruzou. Na segunda trave, Wanderley se esticou todo e mandou para o fundo das redes.
O jogo manteve o equilíbrio do primeiro tempo com o empate, mas o Vitória tinha mais posse de bola no setor ofensivo. O Coritiba, no entanto, estava armado para contra-atacar. Numa boa escapada veio a virada aos 31 minutos. Juan Alano enfiou para Wanderley dentro da área, nas costas da defesa. Com frieza, o atacante tocou na saída de Rodríguez e marcou. O Vitória não brigava por nada na rodada final, mas impôs pressão nos minutos finais. Na base do abafa, os donos da casa quase deixaram tudo igual em bate-rebate. Felipe Gedoz mandou de primeira, mas a defesa do Coritiba desviou e mandou para escanteio.
Quando se acertou, o Coritiba valorizou a posse de bola, esperou o tempo passar e comemorou o acesso quando os 49 minutos da segunda etapa chegaram ao fim.
Fonte: Estadão conteúdo / Correio do Povo