Corpo de Bombeiros Militar de SC firma acordo de cooperação com bombeiros de Lisboa, para resgate veicular

8655

A minuta de um acordo de cooperação entre o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) e o Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa foi aprovada por unanimidade em reunião de sexta-feira passada, 18. O objetivo deste acordo é a oficialização da cooperação entre as instituições, incentivando o intercâmbio técnico, científico, cultural, administrativo, de instalações físicas, de equipamentos e de recursos humanos, visando ao aprimoramento profissional dos bombeiros que atuam na atividade de resgate veicular.

Este é o primeiro acordo voltado para a atividade firmado entre um Estado brasileiro e a corporação portuguesa. A instituição lisboeta é a mais antiga e maior corporação de bombeiros de Portugal.

Quando esteve em Portugal, em outubro de 2019, o coronel Hilton de Souza Zeferino iniciou a tratativa para estabelecer uma parceria de aprimoramento profissional. Ele viajou ao país europeu para uma visita ao Regimento de Sapadores Bombeiros, em Lisboa, com o objetivo de apresentar ao tenente-coronel Tiago Lopes, Comandante do Regimento, o projeto do Centro de Inovação em Resgate e Saúde (CIRS) – um polo especializado na formação e capacitação continuada de bombeiros e profissionais de saúde – que está em construção em Chapecó.


O coronel Hilton de Souza Zeferino e o tenente-coronel Tiago Martins – Foto: Divulgação/CBMSC

“Os bombeiros portugueses são referência no atendimento de acidentes de trânsito com vítimas presas em ferragens. Não apenas em Portugal, mas uma referência mundial na atividade, e por isso houve o interesse em nos unirmos a eles com este acordo de cooperação, já que temos o propósito de transformar o CIRS em uma referência na formação de profissionais e atendimento de trauma”, explicou o coronel Hilton.

Toda a tramitação do projeto foi elaborada seguindo os padrões legais estabelecidos pelo governo de Santa Catarina e o governo português. O documento está em Lisboa e uma cópia física será enviada para Santa Catarina, para a publicação no Diário Oficial do Estado.