CHAPECÓ
Esportes Coutinho, ex-atacante do Santos e da Seleção, morre aos 75 anos

Coutinho, ex-atacante do Santos e da Seleção, morre aos 75 anos

8877

O ex-jogador Coutinho, que defendeu o Santos Futebol Clube, foi campeão da Copa do Mundo pela Seleção em 1962 e fez uma famosa dupla de ataque com Pelé, morreu na noite desta segunda-feira (11), aos 75 anos, em Santos, no litoral de São Paulo. Ele estava na casa da filha, com quem morava havia quatro meses.

A causa da morte foi infarto agudo no miocárdio em decorrência de diabetes e hipertensão arterial sistêmica, afirmou ao G1 o médico Milton Mattozinho ao sair da residência. Em janeiro, Coutinho chegou a ser internado em um hospital em Santos. Por causa da diabetes, ele já havia tido três dedos do pé esquerdo amputados.

Dupla histórica com Pelé
Nascido Antonio Wilson Honório em Piracicaba, no interior paulista, em 11 de junho de 1943, Coutinho formou com Pelé uma das maiores duplas de ataque da história do futebol. Atuaram juntos nas décadas de 1950 e 1960.

“É uma grande perda. A tabelinha Pelé-Coutinho fez o Brasil ficar mais conhecido no mundo todo. Tenho certeza que um dia faremos tabelinha no céu. Minhas condolências à família”, lamentou Pelé.
A famosa linha de frente daquele Santos bicampeão da Libertadores do Mundial em 1962 e em 1963 era formada ainda por Dorval, Melgálvio e Pepe. Pelo clube, Coutinho ganhou ainda cinco títulos brasileiros e seis paulistas.

O atacante disputou 457 partidas pelo Santos, em duas passagens (1958/1967 e 1969/1970), e marcou 368 gols – é o terceiro maior artilheiro da história do time. Estreou em 17 de maio de 1958, quando tinha 14 anos. Foi o atleta mais novo a vestir a camisa da equipe profissional do Peixe.
Coutinho fez parte do elenco da Seleção que conquistou em 1962, no Chile, o bicampeonato da Copa do Mundo para o Brasil. Defendeu ainda Vitória, Portuguesa, Bangu, Saad e Atlas (do México).

Fonte: Globoesporte.com
Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

Secured By miniOrange