CHAPECÓ
Esportes Criptomoeda Dobuy, dos Emirados Árabes Unidos, é a nova patrocinadora da Chapecoense

Criptomoeda Dobuy, dos Emirados Árabes Unidos, é a nova patrocinadora da Chapecoense

9953

A Chapecoense apresentou uma empresa internacional como nova patrocinadora, na manhã desta sexta-feira (3), na sala de imprensa da Arena Condá. Em questão, a criptomoeda Dobuy. A companhia tem sede em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, e ligação com a família real local.
O contrato entre Verdão e Dobuy já está vigorando e terá duração até dezembro de 2022. A marca do novo patrocinador ficará no peitoral da camisa, entre o símbolo do clube e a logo da Umbro, fornecedora de material esportivo. O pagamento será em criptomoeda, inclusive com antecipação de receita.

“É inovador. Vamos ligar a Chape com o mercado internacional. Vai circular em vários países, principalmente no mundo árabe. A Chape tem nome mundial, mas quanto mais, melhor”, disse o futuro vice-presidente de marketing da agremiação verde-branca, Alex Boff Passos. Os valores não foram divulgados por questão contratual.
Alex lembrou que a negociação com a Dobuy foi construída pela diretoria atual, por meio dos vices de marketing, João Stakonski, e patrimônio, Pablo Dávi, e finalizada com a chapa que irá assumir o clube do Oeste catarinense. Os novos dirigentes deverão ser eleitos por aclamação no dia 14 de dezembro, data do pleito, mas já atuam no processo de transição.
A parceria foi apresentada com as presenças do futuro presidente da Chapecoense, Nei Maidana, o atual vice do conselho deliberativo, Arthur Smaniotto, representante da Dobuy Fabrício Comparim e o CEO do grupo da qual a criptomoeda faz parte, Evandro de Oliveira – participou de forma virtual, em Dubai -, além de Alex Passos.
“Estamos em negociação adiantada com outras empresas (para patrocinar). Há poucos espaços vagos na camisa”, lembrou Alex. Ele ressaltou também que o objetivo da Chape no marketing será aproximar mais o sócio e o conselheiro com o Verdão e voltar a atuar com força regionalmente.

Da esquerda para a direita: Arthur Smaniotto, Nei Maidana, Fabrício Comparim e Alex Passos
Foto: Rodrigo Goulart/Diário do Iguaçu

Secured By miniOrange