Daniela Reinehr assume como primeira governadora de Santa Catarina

9968

Daniela Reinehr (sem partido) se torna nesta terça-feira (27) a primeira mulher a assumir como governadora de Santa Catarina. A então vice irá ocupar a cadeira após o afastamento de Carlos Moisés (PSL), que em até 180 dias deve ter o processo de impeachment por causa da equiparação salarial dos procuradores do Estado julgado definitivamente.

A transição oficial começou com uma reunião de Daniela com o secretariado às 9h30min no Centro Administrativo do governo de SC. Às 10h30min a governadora concede a primeira entrevista coletiva no cargo, no mezanino do Teatro Pedro Ivo. A entrevista será transmitida pela CBN Diário e pelas redes sociais do governo.

Daniela tem 43 anos, é natural de Maravilha, mas morou a maior parte da vida em Chapecó, no Oeste do Estado. É casada e tem dois filhos. É advogada e trabalhou na área de Direito com temas relacionados a comércio exterior até o início da vida pública e a vitória como vice-governadora na chapa encabeçada por Moisés, em 2018. Também atuou por três anos como policial militar no início da carreira e é produtora rural. Durante o mandato, fez defesas contundentes em temas que envolviam o agronegócio, como a tentativa de taxar agrotóxicos no segundo semestre de 2019.

Inocentada do processo de impeachment pelo Tribunal de Julgamento, graças a um voto do deputado estadual Sargento Lima (PSL), Daniela assume o cargo após o afastamento de Carlos Moisés da Silva. O afastamento tem o prazo máximo de 180 dias para o julgamento final do impeachment. Se o caso for resolvido ainda em 2020, uma nova eleição para o governo de SC será convocada. Caso o julgamento se desenrole somente no ano que vem, Daniela permanece no cargo até o fim do mandato.

Fonte: Diário Catarinense

Foto:Diorgenes Pandini / Diário Catarinense