Em Palmitos Governador Carlos Moisés determina início das obras na SC-283

8630
Na tarde desta sexta, 04, em Palmitos/SC, o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés determinou o início das obras na SC-283, nos municípios de , entre Palmitos, São Carlos  e Águas de Chapecó. Ele determinou a assinatura da ordem de serviço para a restauração e aumento da capacidade da via ao longo de aproximadamente 20 quilômetros, entre os três municípios.
O investimento no trecho da SC-283 é de R$ 48,6 milhões e o prazo para conclusão é de dois anos. O trecho vai receber terraplenagem, pavimentação, iluminação, drenagem, bueiros, canaletas, sarjetas, sinalização, obras complementares e de contenção.
O prefeito de Palmitos, Dair Jocely Enge, destacou a relevância que a obra terá para o desenvolvimento do município e de cidades vizinhas. “Somos uma região produtora de frangos, aves, suínos e grãos, então é um trecho muito importante. Hoje não temos palavras para agradecer. Aqui no Oeste, precisamos de pessoas que olhem para nós, porque temos aqui gente que acredita no potencial da nossa região”, discursou.
Na avaliação do presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc), deputado Mauro de Nadal, a restauração da SC-283 e as melhorias em outras rodovias têm a digital da bancada do Oeste no Parlamento. “Estamos felizes porque este investimento coroa uma luta e um trabalho deste grupo em prol do desenvolvimento do Extremo-Oeste catarinense”, resume. Segundo ele, outros trechos da SC-283 também estão na pauta, assim como outras rodovias estaduais e federais na região.
O ato também teve a presença do deputado federal Celso Maldaner, deputados estaduais Marcos Vieira, Luciane Carminatti, Fabiano da Luz, Marlene Fengler e Maurício Eskudlark, os prefeitos Leonir Antônio Hentges (Águas de Chapecó), Rudi Miguel Sander (São Carlos) e Jean Carlos Nyland (prefeito de Iraceminha e presidente da Associação dos Municípios do Entre Rios, a Amerios), o presidente da Câmara Municipal de Palmitos, Caciano Sartori, o chefe da Casa Civil, Eron Giordani, os secretários de Estado Thiago Vieira (Infraestrutura e Mobilidade) e Altair Silva (Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural) e a primeira-dama Késia Martins da Silva, entre outras autoridades e lideranças.