CHAPECÓ
Notícias Empresa utilizou dados de usuários do facebook na campanha de Trump

Empresa utilizou dados de usuários do facebook na campanha de Trump

17

Foi divulgado no início desta semana pela imprensa internacional que mais de 50 milhões de pessoas tiveram seus dados violados na rede social Facebook, através de ações da empresa Cambridge Analytica. Esta empresa trabalhou para a campanha de Donald Trump nas eleições americanas de 2016 e também para o Brexit, que promovia a saída do Reino Unido da União Européia.

De acordo com informações reveladas pelo ex-funcionário da Cambridge Analytica, Christopher Wylie os dados dos usuários eram coletados pelo aplicativo thisisyourdigitallife – tradução literal é essa é sua vida digital. O APP pagava aos vários usuários para realização de um teste de personalidade.

Os usuários também concordavam em liberar as informações do questionário para uso acadêmico. O grande problema é que as pessoas raramente prestam a devida atenção ao responder esses questionários. No caso do uso do aplicativo, além de liberar os próprios dados, os usuários liberavam também todos os dados dos seus amigos no perfil.

O aplicativo foi desenvolvido pelo pesquisador Aleksandr Kogan, da Universidade de Cambridge, no Reino Unido. Ele já possuía dados de como deduzir a personalidade e a inclinação política das pessoas a partir de seus perfis no Facebook.  A empresa, que não possui nenhum envolvimento com a universidade, teria adquirido esses dados. O aplicativo aproveitou-se de uma “brecha” nas normas do facebook. Ao todo, 270 mil pessoas realizaram os testes, mas elas não faziam idéia de que os seus dados seriam utilizados para campanhas.

Secured By miniOrange