CHAPECÓ
Destaques Faesc encerra atividades do ano com seminário e assembleia geral

Faesc encerra atividades do ano com seminário e assembleia geral

41

Uma centena de dirigentes de Sindicatos Rurais e diretores da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) participaram, no último fim de semana, na Grande Florianópolis, do Seminário Estadual de Líderes Rurais para discutir as principais questões que envolvem o futuro do agronegócio. As atividades foram coordenadas pelo presidente do Sistema Faesc/Senar-SC José Zeferino Pedrozo.

         Na primeira etapa, o jornalista, escritor e historiador Moacir Pereira fez ampla exposição sobre “O novo quadro político do Brasil e de Santa Catarina e as perspectivas da economia brasileira para 2019”. Destacou o ineditismo da campanha de Jair Bolsonaro, eleito sem tempo de televisão nem estrutura para a campanha político-eleitoral.

Observou que as eleições e a promessa de mudanças e transformações trouxeram um novo ânimo ao mercado. Há um forte consenso de que o novo Governo deve utilizar seu imenso capital político para apresentar de imediato um programa de reformas. Somente um programa crível de ajustes viabilizará o crescimento da economia brasileira. O primeiro e mais vigoroso movimento deve se dar na reforma da Previdência, mas, para equilibrar as contas públicas são necessárias medidas como a contenção de outras despesas, a redução do tamanho da administração pública e o corte de privilégios.

Na sequência, os participantes acompanharam a palestra “Você se conhece? As emoções humanas influenciando seus relacionamentos pessoais e profissionais” com o psicoterapeuta reichiano Márcio Schultz. Considerado a principal referência nacional na utilização do Eneagrama no ambiente corporativo, Márcio Schultz tem formação em Integração Organística e Educação Somática. Desenvolveu ao longo dos seus 21 anos de carreira, uma metodologia própria e técnicas de abordagem exclusivas para desenvolvimento pessoal, lideranças e equipes. Schultz destacou os nove estilos de competências emocionais que caracterizam a personalidade das pessoas.

Logo após, os líderes rurais participam da Assembleia Geral Ordinária sob coordenação do presidente da FAESC. Pedrozo assinalou que o Brasil está encerrando o quarto ano de um ciclo de crise que eclodiu em 2015 e atingiu todos os setores da economia. “Havia uma forte expectativa que 2018 experimentaria uma lenta e gradual retomada do crescimento, mas isso não se confirmou e o ano se encerra repleto de dificuldades. Locomotivas do desenvolvimento, o agronegócio em geral e a agroindústria em particular suportaram mais uma fase de dificuldades”.

O dirigente acredita, contudo, que esse quadro melhora exponencialmente em 2019. O otimismo está relacionado à eleição do novo presidente e sua moderna, corajosa e urgente agenda de reformas para colocar o País nos trilhos. Os compromissos assumidos pelo novo presidente e as diretrizes do plano econômico da nova Administração Federal já estão restituindo a confiança dos investidores e demais agentes econômicos. Surgem sinais animadores e manifestações de interesse por grandes investimentos privados e públicos, que impactarão na redução acentuada do desemprego e na consequente volta do consumo.

         Durante a assembleia, o coordenador do Departamento Sindical da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Wilson Brandão, explanou sobre o programa Bem Mais Agro. Trata-se de uma plataforma que será lançada em 13 de fevereiro de 2019 para aproximar o produtor rural dos Sindicatos Rurais, Federações e Confederação. É um programa de relacionamentos para todos os produtores rurais. Por meio do computador ou celular, o produtor rural engajado nas instituições representativas poderá acessar vantagens comerciais, cursos e treinamentos do Senar. “O Bem Mais Agro é uma ferramenta que agregará valor a prestação de serviços para os sindicatos rurais, promovendo uma relação em que todos vão ganhar”, afirmou.

MARCOS A. BEDIN

Secured By miniOrange