CHAPECÓ
Destaques Feira Bem Casados 2022 chega ao fim em Chapecó

Feira Bem Casados 2022 chega ao fim em Chapecó

9132

A 13ª edição da Feira Bem Casados terminou neste último domingo, dia 10 de julho. Contou com mais de 60 expositores e duas mil pessoas que passaram pelo local.

O objetivo do evento é atrair um público segmentado a fim de fechar negócios no ramo de casamentos. Os expositores encerraram suas participações satisfeitos e na expectativa pela próxima edição. Afinal, a maioria dos noivos vinham focados em fechar com fornecedores.

A experiência é a porta de entrada para que tudo isso fosse possível. Um ambiente que proporcionou aos casais uma conversa aconchegante, degustações, sorteios, lembrancinhas e afins.

Mas além disso, a feira também oportunizou a rede de network entre os profissionais. Inclusive, profissionais que não estavam expondo vinham até o local prestigiar o evento e em busca de inspirações para seus trabalhos.

Os visitantes não eram apenas de Chapecó, mas de outras regiões, como: Florianópolis, Abelardo Luz, São Miguel do Oeste, Itá, Joaçaba e outros 21 municípios. Totalizando 26 municípios.

Como ficou o lixo dos três dias?

Nesta edição, a feira vem com o movimento de produzir o mínimo possível de lixo que vá para o aterro sanitário.

De acordo com a proprietária da Less Waste, Vanusa Maggioni Cella, que prestou consultoria ambiental para o evento, a separação ocorreu desde o primeiro dia. Classificados por: plásticos, papel e papelão, madeiras, jardinagem, carpetes, vidro, cápsula de café, metal, lacres, tampas de garrafa pet, banners e lonas, orgânicos e rejeitos.

“Os recicláveis serão encaminhados para a Associação de Catadores Arsol. Os orgânicos serão compostados no próprio Tabajara e após no máximo 90 dias será plantado temperos com o apoio do Sr. Telmo (responsável do Tabajara). Tampinhas de garrafa pet serão encaminhadas para o projeto Tampets de Chapecó, que tem como objetivo a castração de animais de rua posterior a venda das tampinhas. Os banners e lonas serão encaminhados para o projeto Brasil Sem Frestas Chapecó, para forrar o chão das casas de pessoas atendidas pelo projeto. Os rejeitos, ou seja, tudo aquilo que não tem mais jeito e que de fato é lixo, serão encaminhados para aterro sanitário. Isso deverá ser menor que 10% para obtermos a certificação”, conclui Vanusa.

Nesta segunda (11), aconteceu a desmontagem dos equipamentos e stands do local. Após, será feita a limpeza geral e, então, a Less Waste dará continuidade na separação dos lixos.

Ainda nesta semana será realizada a pesagem para termos porcentagem do que foi orgânico, reciclável e rejeito.

Durante este processo acompanha um auditor do Instituto Lixo Zero. Empresa que, após a auditoria, dará a certificação caso atingirmos no mínimo 90% de desvio de resíduos sólidos do aterro sanitário.

Secured By miniOrange