CHAPECÓ
Notícias Funerais em SC devem ter no máximo dez pessoas e com restrições

Funerais em SC devem ter no máximo dez pessoas e com restrições

9536

A pandemia do Covid-19 já mudou a rotina das pessoas e de muitos trabalhos considerados essenciais, como por exemplo, os funerais. Através de nota técnica, o Governo de Santa Catarina orienta sobre o protocolo que deve ser seguido pelos profissionais. Para os funerais de pessoas confirmadas com a doença, os velórios devem ter no máximo 10 pessoas, e o sepultamento deve ocorrer no mesmo dia da morte, inclusive quando não há suspeita do Coranavírus.

Durante a terceira semana de quarentena, o estado registra cinco mortes pela doença, e 281 casos confirmados. De acordo com a nota, os cuidados em velórios devem ser tomados no caso de qualquer morte durante a pandemia. Eles devem ser restritos a familiares e amigos mais próximos e durar poucas horas.

 Abaixo o protocolo de segurança que deve ser seguido:

  • Familiares devem evitar tocar o corpo, e se o fizerem, realizar a higienização das mãos com álcool em gel 70%;
  • se o familiar for caso suspeito ou confirmado de novo coronavírus, também utilizar máscara cirúrgica descartável e evitar o contato com outras pessoas;
  • os funerais deverão ser realizados apenas com familiares diretos e amigos próximos, recomendando-se no máximo 10 pessoas no local para evitar aglomerações;
  • os funerais devem ser realizados somente no dia do sepultamento;
  • o acesso ao caixão deve ocorrer de forma individual;

. é recomendada a suspensão de cultos ecumênicos e cortejos fúnebres para velórios;

  • os velórios devem ser realizados em capelas mortuárias;
  • manter sempre os ambientes ventilados;
  • intensificar a frequência de higienização: das salas, copas, banheiros, maçanetas, mesas, balcões, cadeiras com água e sabão.