Governador Carlos Moisés lamenta tragédia em Saudades

8449

Três crianças, uma professora e uma funcionária são as vítimas do massacre em Saudades/SC,  Um adolescente de 18 anos invadiu a Creche Aquarela Berçário nesta terça-feira (4), e atingiu as vítimas com um facão. As crianças  com idade entre 6 meses e 2 anos. O autor do crime foi entubado, em estado grave, no Hospital de Pinhalzinho, após tentar suicídio. Houve reforço policial na porta da unidade. Devido a gravidade foi  transferido para Chapecó.

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, lamentou o caso nas redes sociais e disse que vai trabalhar esclarecer o episódio:

“Devastadora a notícia da chacina registrada no município de Saudades vitimando crianças e professores de uma creche na manhã desta terça-feira. Minha solidariedade às famílias, à comunidade escolar e a todos os moradores da acolhedora cidade do nosso Oeste. Todas as energias das forças de segurança da região devem ser empregadas no esclarecimento desse trágico episódio”, escreveu.

O caso de Saudades lembra o massacre de Realengo, na Zona Oeste do Rio, que aconteceu em 2011, onde um ex aluno invadiu a Escola Municipal Tasso da Silveira, matou 12 jovens e se suicidou em seguida.

Outro caso parecido aconteceu em São Paulo, na cidade de Suzano, onde dois adolescentes invadiram a Escola Estadual Professor Raul Brasil deixando 10 mortos e 9 feridos, em março de 2019.