Governo de SC e da Argentina firmam acordos de integração

    1

    Estado – A integração entre as cidades de fronteira entre Santa Catarina e Argentina teve novo avanço. O governador Eduardo Pinho Moreira assinou três acordos de cooperação com o governador Hugo Passalacqua, da província de Misiones, na Argentina, na tarde de ontem.

    Os acordos visam integrar ações de segurança e saúde nas cidades de fronteira. O acordo também vai possibilitar o ensino bilíngue nas escolas da região e para profissionais que atuam em saúde, segurança e educação. “Assim como nossos povos se integram diariamente nas cidades de fronteiras, os governos também precisam fomentar ações conjuntas. Por isso junto com o governador de Misiones assinamos esses acordos importantes. Precisamos possibilitar o ensino bilíngue, garantindo a melhor comunicação entre brasileiros e argentinos e integrar ações de segurança, saúde e educação para facilitar a vida de quem mora e transita nessas regiões”, frisou o governador.

    O governador de Misiones disse que receber Santa Catarina, um estado que é destaque no Brasil, é uma honra. “Nós precisamos dessa aproximação para garantir mais qualidade de vida e segurança para nossos povos. Vocês são exemplo para nós”, ressaltou.

    Os acordos

    Após ter garantido a atuação de policiais argentinos no litoral catarinense, na última temporada de verão, a integração entre Santa Catarina e Argentina no setor avançou com a assinatura de um novo acordo de cooperação. Agora, ações conjuntas entre os governos permitirão a atuação do Corpo de Bombeiros Militar, dos dois países, no atendimento de acidentes, socorro de emergência, busca e salvamento, bem como atividades de prevenção e qualificação técnica.

    Para reduzir o risco de disseminação de doenças infecciosas e fatores associados; compartilhar informações sobre vigilância e atenção à saúde; fortalecer e articular ações de imunização; e promover por meios legais a atuação dos profissionais da saúde de Santa Catarina na província de Misiones, garantindo também intercâmbios e capacitação técnica entre eles, o governador de SC também oficializou um acordo de cooperação junto ao governo argentino. Desta forma, por exemplo, será possível alinhar o calendário de vacinas nas áreas de fronteira.

    Para reduzir as dificuldades de comunicação entre a população, principalmente das cidades do Noroeste da providência de Misiones e da região da faixa de fronteira, no Oeste catarinense, também foi assinado um acordo de cooperação na área da educação. O objetivo é inserir nas matrizes curriculares do ensino público fundamental e médio o espanhol em SC e o português no país vizinho.

    Matéria/CH News/Chapecó Oniline/Roberto Lorenzon