CHAPECÓ
Início Destaques Hospital Regional do Oeste credenciado para atender pacientes com AVC

Hospital Regional do Oeste credenciado para atender pacientes com AVC

9774
Um ato que muda o cenário hospitalar no oeste catarinense: o ministro da Saúde Marcelo Queiroga assinou, nesta sexta-feira, em Blumenau, a portaria que habilita o funcionamento – com recursos federais – do Centro de Atendimento de Urgência aos Pacientes com AVC Tipo III do Hospital Regional do Oeste (HRO), de Chapecó/SC.
O convênio com o Ministério da Saúde foi assinado pela Prefeitura de Chapecó e pelo Hospital Regional do Oeste (HRO). O prefeito João Rodrigues foi representado pelo presidente da Câmara de Vereadores de Chapecó João Marques Rosa. Também participou o presidente da Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira, entidade filantrópica que administra o HRO, Reinando Fernandes Lopes. O presidente da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) Nelson Akimoto, acompanhou o ato.
      “Essa é uma vitória da sociedade e muitas vidas serão salvas”, festejou, emocionado, o presidente da ACIC, Nelson Akimoto, que atua desde o ano passado – em cooperação com outras instituições – para obter a instalação do serviço de AVC no HRO.
      Akimoto foi a Blumenau acompanhar o ato e agradecer pessoalmente o ministro pela decisão. Desde o ano passado o dirigente desenvolveu gestões, sustentou campanhas de arrecadação de recursos e mobilizou lideranças políticas e autoridades da saúde para solucionar essa deficiência do HRO, o maior hospital filantrópico em território barriga-verde. A clientela atendida se estende por uma vasta região com mais de 1,5 milhão de habitantes.
Desde o início da crise sanitária, o empresariado e outros setores da sociedade civil estão engajados com o Poder Público no combate à covid-19. Mobilizados pela ACIC, o empresariado chapecoense contribuiu fortemente, com recursos privados, para suprir deficiências em leitos, equipamentos, medicamentos, insumos hospitalares etc.
Foi em 2020 que a ACIC constatou que o Hospital Regional não dispunha de estrutura para atender essa demanda: faltavam os leitos, os equipamentos, os medicamentos e os profissionais para atendimento das pessoas acometidas de AVC. Por isso, muitos pacientes atendidos nesse nosocômio acabavam severamente sequelados pela falta de equipamentos adequados a um diagnóstico rápido e seguro, como essas emergências médicas exigem. Como sabemos, quando o protocolo de atendimento é aplicado nas primeiras horas, pode salvar muitas vidas e não deixar sequelas.
Akimoto mobilizou os empresários e obteve recursos privados para a criação da Unidade de Cuidados Agudos do AVC do Hospital Regional do Oeste. Os empresários financiaram temporariamente o pagamento da equipe médica composta de três neurologistas e medicação (Alteplase) para esses casos emergenciais. A partir de agora esses custos serão suportados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
O presidente da ACIC fez questão de mencionar os principais colaboradores: APTI Alimentos, Associação Filosófica e Beneficente Construtores da Paz, Câmara de Vereadores de Chapecó, CEC – Centro Empresarial de Chapecó, CESEC – Centro Executivo Sistema Empresarial de Chapecó (ACIC – CDL – SICOM), NORD Electric, Rotesma Artefatos de Cimento, Sempre Sementes, SICOM – Sindicato do Comércio da Região de Chapecó, SITRAN – Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística de Chapecó e a própria Associação Comercial e Industrial de Chapecó.