CHAPECÓ
Destaques Hospital Regional do Oeste em Chapecó receberá novo aporte financeiro de R$...

Hospital Regional do Oeste em Chapecó receberá novo aporte financeiro de R$ 14 milhões

9011
Vivendo uma crise financeira com dificuldades na manutenção do pagamento de profissionais da saúde, o HRO de Chapecó(Hospital Regional do Oeste) receberá um novo aporte financeiro do Governo do Estado de Santa Catarina no total de R$ 14 milhões. O valor será dividido em duas parcelas de R$ 7 milhões que serão pagos nos meses de agosto e setembro.

O anúncio foi feito pelo secretário adjunto da Saúde, Alexandre Lencina Fagundes, em visita a Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, nesta segunda-feira (18).  Com isso, em quatro meses, a SES (Secretaria de Estado da Saúde) terá investido R$ 28 milhões no hospital.

“Já foram repassados R$ 14 milhões ao HRO entre junho e julho e esse novo aporte financeiro foi aprovado, com mais R$ 14 milhões para soluções emergenciais”, destacou.

Fagundes salientou que é importante entender a situação do HRO, que no fim de maio e início de junho vivia uma situação complexa com possibilidade de desassistência de algumas linhas de cuidado, citando como exemplo as cartas de demissões entregues por médicos da UTI pediátrica.

“A SES esteve aqui e assumiu o compromisso de garantir recursos para trazer essa operação e conseguir manter o atendimento à população do Grande Oeste.”
Força-tarefa

Uma força-tarefa formada pela SES e pelo Tribunal de Contas do Estado, no fim do mês de maio, para criar soluções a curto, médio e longo prazo. A medida conta com o apoio da gestão feita pela Associação Leonir Vargas Ferreira e a Secretaria Municipal de Saúde.

Com os aportes financeiros, o Tribunal de Contas do Estado realizou uma auditoria operacional para levantar dados e estabelecer uma estratégia de recuperação e estabilização das finanças. O relatório foi concluído na última sexta-feira e deve ser apresentado nesta terça-feira (19) ao secretário da saúde Aldo Baptista Neto.
“Com base na auditoria, poderemos avaliar, durante as próximas semanas, os dados e informações para identificarmos o que precisa ser feito. Quando estivemos aqui, no começo de junho, pontuamos quais seriam as estratégias que teríamos. A primeira foi um aporte emergencial garantindo a curto prazo a estabilidade e a médio e longo prazo só poderemos definir após analisar o relatório”, explicou.

Gestão
O Hospital Regional do Oeste é gerido pela Associação Lenoir Vargas Ferreira e recebe do Governo do Estado repasses pela PHC (Política Hospital Catarinense), Fundo Estadual de Saúde e incentivos para cirurgias eletivas e leitos de saúde mental. De 2020 até 2022, o HRO recebeu do governo estadual R$ 125.741.767, 33.

Fonte: ND+
Secured By miniOrange