Idosa de Ponte Serrada comemora 110 anos de vida

9723

Idosa de Ponte Serrada/SC comemora 110 anos de vida. Depois que o despertador toca para indicar o momento de levantar, dona Emília Ribeiro liga o rádio para se informar sobre o horário e tomar os remédios da pressão, que necessita todos os dias.

Ela vive sozinha e sempre está faxinando ou assistindo às novelas favoritas. Quando dá tempo e está disposta, faz até pastéis para comer junto da filha, que mora na casa ao lado, em Ponte Serrada.

Emília Ribeiro é aposentada e viveu boa parte da vida no interior, trabalhando duro na roça para conseguir sustentar os dez filhos que teve com o falecido marido. A família se manteve em pé através do que plantavam e colhiam todos os dias.

A idosa se considera uma vencedora por poder comemorar no dia 29 de junho mais um aniversário. E não é para pouco: nascida em 1910, ela completou 110 anos em 2020. Com a nova idade, a aposentada entra para o seleto grupo de supercentenários, composto por pessoas acima dessa faixa etária.

Emília é catarinense, mas não se recorda em qual cidade nasceu. Ela passou anos morando em Vargeão e, ainda com os filhos muito pequenos, perdeu o marido para uma doença que até hoje não sabe. A partir daí, ela se tornou a matriarca da família.

Dos dias difíceis que viveu para sustentar os cinco meninos e cinco meninas, Emília acabou se mudando para a Linha Liberato, interior de Ponte Serrada. Ela permaneceu na comunidade até se aposentar.

A idosa foi levada, então, para Ponte Serrada, para viver e ser cuidada por um dos filhos, hoje falecido. Após a morte dele, a mulher foi levada pela filha mais nova, Fátima, de 47 anos, para morar no bairro Cohab, onde continua vivendo.

Conforme Fátima, a mãe dá conta do recado, fazendo a própria comida e lavando as próprias roupas, mas nos dias de indisposição da idosa, Fátima cuida de Emília e faz o serviço da casa. “É muito bom morar junto, mas quando faltar, a gente vai sentir falta”, comenta a filha, emocionada.

Além de Fátima, que mora ao lado da casa da idosa, Emília possui mais dois filhos ainda vivos: Catarina, que vive em Indaial, e Arnaldo, que mora em Curitiba (PR). A árvore genealógica de Emília Ribeiro conta com 43 netos, 30 bisnetos e dois trinetos, todos já conhecidos pela idosa.

Fonte: Oeste Mais

Foto: Kiane Berté