Júri condena homem a 18 anos de prisão por esfaquear mãe e filho que reclamaram de som alto em Joinville

9383
O Tribunal do Júri de Joinville/SC condenou um homem a 18 anos de prisão por esfaquear uma mãe e um filho após o jovem reclamar de som alto. O caso ocorreu em maio de 2017 na cidade. As vítimas foram socorridas por vizinhos. O réu recebeu pena por dupla tentativa de homicídio.
O júri popular ocorreu na terça-feira (9) e foi divulgado na quarta (10). O caso está em segredo de Justiça e o Poder Judiciário não tornou público os nomes dos envolvidos no processo.
Crime
O caso ocorreu no bairro Vila Cubatão. Segundo denúncia do Ministério Público de Santa Catarina, o vizinho, de 17 anos, foi até a casa do homem para pedir que ele diminuísse o volume do som. Houve uma discussão.
Em depoimento no júri popular, o réu confessou que havia ingerido bebida alcoólica antes do confronto, segundo o Poder Judiciário. Após a discussão com o jovem, ele pulou o muro, foi até a casa das vítimas e começou a esfaquear o adolescente. A mãe dele, de 41 anos, também foi atingida ao tentar defender o filho.
Após o crime, o homem fugiu do local. Ele ficou foragido por um ano, conforme o Poder Judiciário, até ser preso em Itajaí. Ele ficou 10 dias no presídio da cidade e depois foi transferido para o Presídio Regional de Joinville.
Fonte: G1