Júri é realizado com portas fechadas em Chapecó

8404

O mais recente júri popular realizado no fórum da comarca de Chapecó/SC aconteceu a portas fechadas. Apenas testemunhas, jurados, réu, juiz, promotora e advogado ocuparam o Salão do Tribunal do Júri, além de policiais, agentes penitenciários e oficial de justiça. A medida foi tomada para garantir a ordem e segurança do julgamento.

A sessão tratou de caso em que o acusado acertou seis tiros na vítima, por volta de 20h30min do dia 19 de abril de 2018. Oito dias depois, o homem atingido faleceu no hospital. O agressor havia vendido o revólver usado no crime para a vítima, que acabou devolvendo a arma por problemas no funcionamento. O desentendimento por conta do negócio desfeito teria motivado o homicídio.

Os debates perduraram por seis horas e 30 minutos. O Conselho de Sentença reconheceu as qualificadoras de emprego de recurso que dificultou a defesa da vítima e porte ilegal de arma. Com isso, a condenação ficou estabelecida em 16 anos e quatro meses, inicialmente em regime fechado. Logo que a sessão foi declarada encerrada, o acusado foi conduzido novamente ao complexo prisional.