CHAPECÓ
Notícias Laudo descarta falha mecânica e mal súbito em morte de piloto de...

Laudo descarta falha mecânica e mal súbito em morte de piloto de arrancadão em Chapecó

10040

O resultado dos dois laudos periciais feitos pelo  IGP (Instituto Geral de Perícias) sobre a morte do piloto Ivan Possamai Júnior, de 42 anos, em Chapecó/SC, foi divulgado pela equipe ND. O acidente ocorreu em 4 de agosto deste ano.

Acidente ocorreu durante o durante a 3ª etapa do Campeonato Sul Brasileiro de Arrancada – Bombeiros/ND

Um laudo analisou as condições da pista e do veículo. Já o outro, foi uma perícia cadavérica da vítima. Ambos documentos foram concluídos no dia 19 de agosto.

O laudo apontou que o veículo não possuía problemas mecânicos. “Foi avaliado, especialmente, o sistema de frenagem e não houve indícios de falha no sistema de freios, apesar de o veículo ter ficado bem destruído”, disse o delegado Willian Meotti.

Já o laudo cadavérico indicou que a causa da morte foi politraumatismo, o que coincidente com a violência da tragédia. O documento também cita que uma das possíveis irregularidades da pista, seria o guard-rail, mas o delegado afirma que essa não foi a causa do acidente.

Com o resultado dos laudos, a Polícia Civil vai realizar outras ações. “Agora serão apuradas eventuais responsabilidades dos organizadores do evento, quanto a pista especificamente. Também serão ouvidas testemunhas, familiares e outros pilotos”, concluiu o delegado.

A Polícia Civil também aguarda a conclusão do relatório feito pela CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) no dia 14 de agosto. O documento, que analisou as condições da pista, deve ficar pronto nos próximos dias.

Fonte: ND