CHAPECÓ
Geral Lindóia do Sul investe em estratégias para o desenvolvimento

Lindóia do Sul investe em estratégias para o desenvolvimento

8852

Integrar a gestão pública e os pequenos negócios em um ambiente propício para estimular a economia local e o progresso da cidade. Com esse propósito o município de Lindóia do Sul, no oeste catarinense, aderiu ao ciclo 2021/2022 do Programa Cidade Empreendedora. A iniciativa será executada pela Administração Municipal e pelo Sebrae/SC.

Para o prefeito, Neudi Angelo Bertol, o investimento no programa engloba estratégicas para o desenvolvimento do município, que futuramente impactarão na geração de emprego, melhoria da renda e oportunidades de novos negócios.

“Temos um povo muito trabalhador e comprometido com seus ideais e objetivos. O município tem se desenvolvido ao longo de sua trajetória, porém precisamos pensar em ações de curto, médio e longo prazo. Nossa intenção é proporcionar qualidade de vida aos municípios ao mesmo tempo em que pensamos em oportunidades para reter os talentos locais e para as gerações futuras”, antecipa o gestor municipal.

A implantação de políticas públicas de desenvolvimento permite uma base sólida e uma gestão empreendedora. Esse ciclo foi inspirado em cidades humanas, inteligentes e sustentáveis. Conta com cinco pilares de ação para que o município estruture e impulsione o seu ambiente de negócio: educação empreendedora, Sala do Empreendedor, liderança, compras públicas e desburocratização.

As estratégias do programa   são pensadas para tornar os negócios locais mais competitivos e também para aproximar o setor empresarial da Administração Municipal, com simplificação de processos e capacitações para fortalecer os empreendedores. “Nosso trabalho visa facilitar a vida do empresário e promover um ambiente favorável para se fazer negócios. A desburocratização e o apoio às compras públicas permitem que os recursos permaneçam no município gerando empregos e desenvolvimento”, enaltece o gerente de desenvolvimento regional do Sebrae/SC, Paulo Rocha.

De acordo com o gerente regional do Sebrae/SC no oeste e no extremo oeste, Udo Martin Trennepohl, os municípios que participaram de ciclos anteriores do Cidade Empreendedora obtiveram resultados significativos em diversas áreas, como: a redução do tempo médio para abertura de novas empresas, fomento ao empreendedorismo, aprimoramento dos pequenos negócios locais, alinhamento da Lei de Liberdade Econômica, redução da burocracia, formação de lideranças mais eficazes, otimização do dinheiro público e aumento do percentual de compras de produtos da agricultura familiar para a merenda escolar.

Acompanhe mais notícias do Sebrae/SC na Agência Sebrae de Notícias e nas nossas redes sociais: Instagram Facebook LinkedIn Twitter Telegram YouTube Blog Site.

Secured By miniOrange