Mãe que supostamente foi agredida pelo filho no bairro Efapi, em Chapecó, morre no hospital

10262

Doralina Prazido, de 69 anos, foi vítima de agressão no fim da tarde do dia 14, terça, na rua Elói Ferreira de Souza, no loteamento Alice II, bairro Efapi, em Chapecó/SC. O filho Fernando Prazido é o suspeito de ter agredido ela, própria mãe, e ter matado o próprio filho Matheus Prazido, de 3 anos, e depois cometido suicídio. Doralina estava em estado grave ao Hospital Regional do Oeste, e segundo familiares,  não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ela será sepultada na Linha Vista Alegre, no interior de Quilombo.