Mais de dois mil reeducandos são aprovados no Encceja PPL em Santa Catarina

8622

Mais de dois mil reeducandos dos sistemas prisional e socioeducativo de Santa Catarina estão habilitados para receber a Certificação do Ensino Fundamental e Médio. Eles foram aprovados no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para Pessoas Privadas de Liberdade, o Encceja PPL.

Ao todo, 6.078 presos de Santa Catarina fizeram a prova e 2.067 tiveram aprovação total no exame. No sistema socioeducativo, dos 207 adolescentes que prestaram o Encceja PPL, 31 tiveram aprovação em todas as áreas.

A aprovação no Encceja garante aos reeducandos e socioeducandos a possibilidade de prosseguir com os estudos durante o período em que estão privados de liberdade. O exame, aplicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), é uma alternativa para o interno que não concluiu os estudos na idade adequada e serve como oportunidade de obter os certificados do ensino fundamental e médio.

O secretário da Administração Prisional e Socioeducativa (SAP), Leandro Lima, explica que aumentar a escolarização é fundamental para o processo de reabilitação social e econômica. “Sabemos que o interno do sistema prisional e o adolescente em cumprimento de medida socioeducativa vão retornar para a sociedade, então temos que oferecer as condições para que retornem melhores ao convívio social”, observa Lima.

Entre os destaques nos resultados, 10 internos do sistema prisional conseguiram a nota máxima na redação do exame. Destes, dois são da Penitenciária Industrial de São Cristóvão do Sul; dois da Penitenciária Industrial de Joinville; um da Unidade Prisional Avançada de Imbituba; um do Presídio Regional de Blumenau; um da Penitenciária Sul, de Criciúma; um da Penitenciária Agrícola de Chapecó; um do Presídio Regional de Criciúma e uma interna do Presídio Regional de Rio do Sul.

Sobre o exame

O Encceja Nacional PPL é dividido em quatro provas objetivas por nível de ensino e uma redação. Para os que buscam a certificação do ensino fundamental, as quatro provas são: Ciências Naturais, Matemática, Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes Educação Física e Redação e História e Geografia. Já para o ensino médio, são aplicadas provas de conhecimentos relacionados a Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação, além de Ciências Humanas e suas tecnologias.

O participante é considerado habilitado para receber a Certificação de Conclusão do Ensino Fundamental ou Médio se atingir o mínimo de 100 pontos em cada uma das áreas de conhecimento, além de cinco pontos na redação. Ele pode receber também a Declaração Parcial de Proficiência, por área de conhecimento.

Foto: Divulgação / SAP