CHAPECÓ
Destaques Mão e filha de Chapecó são presas pela Polícia Civil por simularem...

Mão e filha de Chapecó são presas pela Polícia Civil por simularem sequestro

8344

Uma ação conjunta da Delegacia de Roubos e Antissequestro- DRAS/DEIC, da Polícia Civil de Santa Catarina, e da
1ª Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos/DEIC do Rio Grande do Sul, resultou na prisão em flagrante de duas mulheres, mãe e filha, na cidade de NOVA PETRÓPOLIS/RS, por terem praticado, em tese, crime de EXTORSÃO, contra familiares que estão no Estado de Santa Catarina/SC, bem como de CORRUPÇÃO DE MENORES, em detrimento da outra vítima de “sequestro”.

O caso chegou ao conhecimento da Polícia Civil em Chapecó, com a notícia de que três mulheres, a mãe e duas filhas, teriam sido sequestradas no RS, sendo exigido o pagamento de um resgate de 50 mil reais por familiares, para serem libertadas e não serem mortas.

Para tanto, fotos das vítimas num suposto local de cativeiro foram enviadas aos familiares por aplicativo de conversas, além de diversas ameaças caracterizando o crime de extorsão.

O sequestro, ocorrido em local desconhecido, mas possivelmente no Rio Grande do Sul e a extorsão, ocorrida em detrimento de familiares, em Santa Catarina, demandaram o envolvimento das duas Polícias Civis.

Após incessantes diligências, foi possível localizar as supostas vítimas de sequestro, em uma residência, em Nova Petrópolis/RS, onde foi identificado que na realidade não estavam sequestradas.
A tese do crime de extorsão mediante sequestro foi afastada, já por meio da investigação preliminar sobre o fato e, mais ainda, sendo confirmado de que, ao menos, a mãe e filha eram as responsáveis pela extorsão, face ao que se apurou, no local da prisão.

Em Santa Catarina, as investigações feitas pela DRAS/DEIC contaram com o apoio da 12a. DRP de Chapecó e da DIC de Joinville.

As mulheres foram conduzidas ao DEIC em Porto Alegre, para as formalidades legais, sendo presas em flagrante delito, aguardando vaga no sistema prisional.

A outra filha, adolescente, que também teria sido sequestrada, foi entregue aos cuidados do Conselho Tutelar.

Secured By miniOrange