CHAPECÓ
Geral Mercado Imobiliária Chapecoense deve seguir em alta em 2022

Mercado Imobiliária Chapecoense deve seguir em alta em 2022

8595

O ano de 2022 começou com o mercado imobiliário aquecido, segundo especialistas da área, o setor vai continuar crescendo neste ano, mesmo com a proximidade das eleições e com a perspectiva de aumento da inflação. Em 2020, com o início da pandemia global da Covid-19, havia o receio de que o setor sofresse uma queda, mas de acordo com o empresário e especialista no mercado imobiliário, Paulo Lindermann, ao contrário das projeções iniciais, o ano de 2021 foi acima do esperado e as expectativas para 2022 são otimistas. “O setor imobiliário foi um dos setores da economia que manteve crescimento durante a pandemia. 2022 pode ser considerado um ano de oportunidades para o investidor de longo prazo, com excelentes oportunidades, devendo ser considerado a mudança do perfil do consumidor devido a pandemia”.

A alta no mercado imobiliário para Chapecó em 2022 é também a projeção do presidente do Sindicato da Habitação do Oeste (Secovi), Ademir Roque Sander, justificado pela posição estratégica da cidade e por ter uma constante procura de grandes empresas. “Acredita-se nesse crescimento tendo em vista o aumento da produção e do negócio das agroindústrias na cidade e do número de contratações dessas grandes empresas, que deve gerar neste e no próximo ano, cerca de seis mil novos empregos. Além disso, Chapecó já é um polo universitário, de comércio e de saúde, com demanda crescente em todos esses setores. Levando em conta tudo isso, naturalmente aumenta a procura por imóveis, seja apartamento, terreno ou casa, o que movimenta todo o setor imobiliário e também a economia de Chapecó”, destaca Ademir.

A cidade polo do Oeste Catarinense, Chapecó, deve seguir em crescimento principalmente por suas características de progresso. De acordo com a Prefeitura Municipal, a cidade tem a quarta maior economia de SC, é lar para cerca de 250 mil chapecoenses e tem um crescimento estimado em mais de 26% ao ano. “De acordo com esses dados, é possível afirmar que o cenário do mercado será excelente neste ano, porque a projeção populacional para Chapecó é de 300 mil habitantes, e para atender essa demanda, a construção civil precisará aumentar a largos passos. Ou seja, é a hora perfeita para investir em Chapecó, pela certeza do retorno e do crescimento junto com o município”, enfatizou Paulo.

O empresário destaca alguns pontos, com base nos dados da Prefeitura Municipal, que fazem de Chapecó um ótimo lugar para investir:

– Polo do Oeste Catarinense

Chapecó está entre as cidades mais influentes do Estado, por conta de sua economia, cultura e política pública; A Capital do Oeste também é referência para o Noroeste Gaúcho e Sudoeste do Paraná; A cidade está situada no centro do Mercosul, onde, através da malha viária, tem acesso a todos os países que fazem parte do bloco e com quem o Brasil tem fortes relações comerciais; Além disso, na cidade se encontra o aeroporto que atende toda a grande região, além de municípios gaúchos que estão próximos da fronteira, assim estabelecendo conexão com qualquer país;

 – Crescimento econômico

Chapecó é a Capital da Agroindústria, a maior exportadora de carne suína de SC, referência no setor metal mecânico, de plástico, da construção civil, do comércio e da prestação de serviços; É reconhecida como a capital catarinense do turismo de eventos de negócios;

 – Geração de empregos

Chapecó é uma das cidades que mais gera empregos no Brasil, só em 2021 mais de seis mil pessoas foram empregadas, com aumento de cerca de 43% em relação aos empregos gerados no ano anterior. “Consequentemente, podemos ver um grande avanço na busca por imóveis, seja para compra, construção ou locação, o que mantém o mercado imobiliário local sempre aquecido e valorizado”, destaca Lindermann.

 – Migração das capitais para o interior

Chapecó é uma ótima escolha para aqueles que migram das capitais em busca de uma maior perspectiva econômica. Além da excelente oferta de emprego, o que ajuda a atrair novos moradores são as muitas atrações turísticas, como a Trilha do Pitoco, o Porto Goio-Ên, shows e eventos (de entretenimento e negócios), que acontecem o ano todo. Além da Arena Condá, casa da Chapecoense, que recebe jogos nacionais e internacionais;

 -Infraestrutura completa

O município dispõe de uma rede rodoviária de fácil acesso entre a BR-282, BR-480 e BR-283. Chapecó é composta por 50 bairros com comércio amplo, shopping, hotéis, transporte público, terminal rodoviário, aeroporto, além de avenidas, rodovias e projeto de ferrovia. Tudo isso ajuda a desenvolver não só Chapecó, mas toda a região que se beneficia de tudo o que a Capital do Oeste oferece, seja em empregos, educação, lazer e entretenimento;

 – Referência no Estado

Capital catarinense do turismo de eventos de negócios, polo de tecnologia de softwares, com um parque especialmente voltado ao desenvolvimento de inovações e incubação de pequenos negócios (startups); referência em saúde; referência em educação e polo de grandes universidades. “É uma evolução constante, que cria um ambiente favorável aos empreendimentos e à geração de riquezas. Por essa razão, Chapecó é um grande polo de atração para quem deseja investir e crescer”, salienta o empresário.

Conforme Paulo, em um cenário de incertezas, o investimento imobiliário é um porto seguro, que possibilita a preservação de capital em momentos de crise e aumento de patrimônio em tempos de crescimento econômico. “O mercado imobiliário é a aplicação mais tradicional e conservadora que existe, tendo em vista a solidez do imóvel”, finaliza.

Texto: Tatiane Defiltro/ Sol Agência de Marketing

Foto: Ana Júlia Busa/ Sol Agência de Marketing