CHAPECÓ
Início Notícias MPT registra uma morte a cada quatros horas nos ambientes de trabalho

MPT registra uma morte a cada quatros horas nos ambientes de trabalho

78
Reprodução/Internet

Dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, atualizados no primeiro trimestre de 2018, apontam um cenário preocupante no que se refere à segurança dos ambientes de trabalho no Brasil. Desde o começo de 2017, um trabalhador morreu a cada quatro horas e meia, vítima de algum acidente. Em Chapecó, a média é 2,8 acidentes por dia entre 2012 e 2017, totalizando 7.155 casos.

O engenheiro mecânico Marcelo Dantas Acosta, professor da pós-graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho da UCEFF Chapecó, relaciona dois cenários ao índice. Segundo ele, o aumento no volume de registros de acidentes, identificando os casos, e a ausência de ações de segurança nas empresas podem ser decisivos.

“Muitos acidentes ocorriam, mas sequer eram caracterizados como tal. Com o registro desses casos, acabou-se informando mais e, assim, passamos a ter maior conhecimento. Além disso, pode existir uma certa ‘negligência’ ou ‘descaso’ vinculado aos fatores, especialmente pela falta de profissionais especializados nas empresas”, argumenta.

Aspectos como conhecimento de políticas públicas, legislações, programas de fiscalização associados às iniciativas internas das indústrias podem ser saídas eficazes na diminuição dos casos de acidentes envolvendo trabalhadores.

Em Chapecó, o número de afastamentos por acidentes diminuiu 43,8% de 2012 até o ano passado, conforme indica o Observatório — desenvolvido pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e pela Organização Internacional do Trabalho (OIT).