CHAPECÓ
Destaques Nova direção assume SESI e SENAI no Oeste e Extremo Oeste

Nova direção assume SESI e SENAI no Oeste e Extremo Oeste

9847

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e o Serviço Social da Indústria (SESI) – entidades da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) – nas regionais Oeste e Extremo Oeste têm nova direção a partir desta semana. Geferson Luiz dos Santos assume no lugar de Claudemir José Bonatto a direção das unidades que, no início deste ano, foram integradas e passaram a fazer parte de uma mesorregião com uma única estrutura de gestão.

Santos tem longa trajetória na FIESC e, junto à direção das unidades, mantém o cargo de gerente executivo de Tecnologia do SENAI/SC, onde é feita a gestão de todos os Institutos de Tecnologia do Estado, que respondem pelo atendimento de 3 mil empresas por ano com serviços de metrologia, consultoria e serviços especializados em diversos segmentos produtivos. Formado em Administração pela Unoesc e especialista em Ciência da Computação pela UFSC, atuou como diretor do SENAI em São Miguel do Oeste, Concórdia e Itajaí. Capitaneou e implantou o primeiro Instituto de Tecnologia do SENAI inaugurado no Brasil em 2014.

Entre os objetivos da nova gestão está a descentralização da gerência de tecnologia do SENAI/SC. “É uma função corporativa que agora terá suas decisões tomadas a partir de Chapecó. Integram a gerência sete Institutos SENAI de Tecnologia (IST), localizados em Blumenau, Brusque, Criciúma, Itajaí, Florianópolis, Jaraguá do Sul e Chapecó”, assinala Santos.

Outra meta é construir um novo IST em Alimentos e Bebidas em Chapecó e, a partir disso, consolidar no município o instituto da indústria que abrangerá uma série de serviços, entre eles de tecnologia, de laboratório, de consultoria e de inovação. A construção do IST foi anunciada pelo presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, em visita ao Oeste em 2019. O Instituto SENAI de Tecnologia em Alimentos e Bebidas de Chapecó tem forte atuação na área de proteína animal. O laboratório está acreditado desde 1998, sendo o segundo laboratório privado do Brasil a ser acreditado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e atualmente atende 20 estados e 11 países da América Latina em ensaios de proficiência.

O gerente executivo destaca também a revitalização de unidades do SENAI, especialmente a de São Miguel do Oeste. “O meu grande objetivo é contribuir com o SESI e o SENAI e dar um retorno cada vez melhor para indústria do Oeste, além de continuar a excelente gestão dos que me antecederam, trazendo minha contribuição para essa região que se destaca no Estado”, frisa Santos.

COOPERAÇÃO

O diretor de educação e tecnologia da FIESC e diretor regional do SENAI, Fabrizio Pereira, realça que o gerente que deixa o cargo, Claudemir Bonatto, colaborou na construção da agenda de educação que está sendo implementada neste ano e assumirá a diretoria de educação e tecnologia do SESI e SENAI em Goiás. “O Estado de Goiás tem características semelhantes ao de Santa Catarina, com escolas técnicas de referência no Brasil, educação básica e um IST em Alimentos, como temos em Chapecó. Poderemos gerar parcerias importantes”, enfatiza, acrescentando que Santos é natural do Oeste, o que contribuirá significativamente para sua atuação em prol da indústria regional.

Bonatto salienta que manterá as conexões com Santa Catarina. “O distanciamento não impedirá minha proximidade com o Oeste. Podemos ampliar a sinergia entre as instituições, cooperando com novas oportunidades para a indústria”.

O vice-presidente Regional Oeste da FIESC, Waldemar Antônio Schmitz, destaca a contribuição de Bonatto pelo trabalho realizado durante os 24 anos que integrou o quadro da FIESC. “É uma pessoa que contribuiu significativamente para o desenvolvimento da região e para a competitividade da indústria. Santos é um nome conceituado que agregará para o desenvolvimento regional a partir da atuação no SESI e no SENAI, entidades da FIESC que possuem grande importância na promoção da competitividade das empresas de forma sustentável e inovadora”.

Para o vice-presidente Regional Extremo Oeste da FIESC, Astor Kist, é uma satisfação receber na Gerência Executiva da Regional Oeste e Extremo Oeste um conterrâneo. “O Geferson foi professor e funcionário do SENAI de São Miguel do Oeste, aproveitou as oportunidades, foi para o litoral e agora retorna. É uma pessoa que admiramos e temos certeza que contribuirá significativamente para o desenvolvimento da indústria regional”.

ABRANGÊNCIA

As unidades do SESI e do SENAI nas duas regiões têm abrangência de aproximadamente 76 municípios, com um quadro de cerca de 600 colaboradores que atuam com educação, tecnologia e serviços de saúde, segurança e medicina ocupacional. As duas vice-presidências da FIESC atendem 7 mil indústrias que abarcam cerca de 110 mil trabalhadores. Entre os setores preponderantes da economia na região estão o agronegócio, eletrometalmecânico, madeira e mobiliário, vestuário, plástico e tecnologia da informação.

MARCOS A. BEDIN
Secured By miniOrange