CHAPECÓ
Início Notícias Núcleos da ACIC crescem em número de empresas e de nucleados em...

Núcleos da ACIC crescem em número de empresas e de nucleados em 2021

8421

Os núcleos empresariais da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) cresceram em 2021. Entre janeiro e outubro, o número de empresas nucleadas passou de 272 para 325, um saldo positivo de 52 organizações. O número de nucleados também aumentou, passando de 320 para 392, uma evolução de 72 novos integrantes.

Os dados foram apresentados em reunião do Conselho de Núcleos, na última sexta-feira (29), na sede da ACIC. O encontro reuniu os coordenadores de núcleos, o presidente Nelson Eiji Akimoto, o vice-presidente Lenoir Broch, a consultora regional da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), Lenir Peres Pavan, e a diretora de Desenvolvimento de Núcleos da ACIC, Cleunice Zanella.

Os núcleos da ACIC foram destaque, em 2020 e 2021, em captação de recursos por meio do Programa de Aceleração de Núcleos (PAN), iniciativa da Facisc, em parceria com o Sebrae/SC. Em 2020, tiveram projetos aprovados o Núcleo de Tecnologia da Informação e Comunicação e o Núcleo de Automecânicas. Neste ano, novamente o Núcleo de Automecânicas e o Núcleo de Assessorias e Consultorias. No total, foram arrecadados mais de R$ 105,5 mil para cursos e especializações.

Akimoto enfatizou que os núcleos multiplicam a força da diretoria e ampliam as ações da entidade. “Ao participar dos grupos, as empresas e os profissionais se envolvem mais. Isso oportuniza aprendizado e crescimento”, sublinhou, ao acrescentar que os grupos reúnem empresas que atuam em conjunto na solução de problemas comuns. “Isso oportuniza que atinjam com mais rapidez suas metas de aperfeiçoamento técnico e gerencial”.

A ACIC possui 14 núcleos empresariais. Dois núcleos iniciaram as atividades durante a pandemia: o Núcleo das Escolas Particulares, em 2020, e o Núcleo das Cooperativas, neste ano. Broch frisou que os grupos empresariais são importantes não apenas para os nucleados e para a ACIC, mas para Chapecó e região. “Os núcleos promovem capacitações, troca de experiências, entre outras ações que estimulam o crescimento. Os profissionais e as empresas se desenvolvendo trazem uma cadeia de crescimento em todas as áreas”, frisou.

Cleunice expôs as ações realizadas neste ano e lembrou que está em andamento uma pesquisa de satisfação. Durante o mês de novembro, será feito o planejamento para 2022. Também haverá eleição dos novos coordenadores para o biênio 2022/2023. “Para o próximo ano, vamos retomar o Conecta Núcleos, um evento para recepcionar os nucleados e que tem objetivo de proporcionar conexões, networking, troca de conhecimento, fortalecer o associativismo e gerar negócios”.

Lenir salientou que, para o planejamento das atividades para o próximo ano, é preciso pensar em objetividade, foco e propósito. “Assim, conseguiremos atingir o objetivo dos núcleos, de acordo com a finalidade de cada grupo, e a missão principal que é a troca, o compartilhamento”. Lenir também convidou os nucleados para participar do Workshop para Coordenadores de Núcleos, que ocorrerá nesta quinta-feira (4), no Sebrae, em Chapecó.

Cleunice destacou, ainda, que por dois anos consecutivos, no meio da pandemia, os núcleos da ACIC foram destaque na Semana dos Núcleos Empresariais, evento promovido pela Facisc. Em 2020 e em 2021, Chapecó ficou em primeiro lugar no Estado. No ano passado, foram 12 encontros online entre lives, palestras e workshops com a participação de 11 núcleos, que reuniram mais de 200 empresários de diversos segmentos. Neste ano, foram realizadas 14 ações, entre palestras e capacitações on-line e presenciais, que envolveram mais de 380 pessoas.

Os núcleos são grupos de trabalho formados por empresas associadas, os quais oportunizam aumento da competitividade, promoção do setor e desenvolvimento das organizações com a troca de conhecimento, auxiliando na criação de novas estratégias. Também incentivam a busca de novos mercados, tecnologia, inovação e desenvolvem lideranças. “É o conjunto de ações que promove o crescimento. A sinergia faz o movimento ocorrer. Por isso, é importante que os nucleados participem, tragam ideias e interajam”, finalizou Cleunice.