Padrasto e companheira são condenados pelo estupro de menina de apenas seis anos

66
A justiça em Abelardo Luz/SC, condenou um homem a 24 anos e seis meses de prisão pelo estupro de uma menina de apenas seis anos, que era enteada do acusado. Também foi condenada a mãe da menina, com a pena de 16 anos e quatro meses de prisão, já que ela sabia da situação que vinha sendo submetida a própria filha, porém, não tomou providências para evitar os atos de violência sexual praticados pelo companheiro.