CHAPECÓ
Geral Pinhalzinho realiza XIII Conferência Municipal de Assistência Social

Pinhalzinho realiza XIII Conferência Municipal de Assistência Social

9699

Foi realizado XIII Conferência Municipal de Assistência Social do município de Pinhalzinho/SC, organizada pelo Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS). O tema central da conferência foi ‘Assistência Social: Direito do Povo com financiamento Público e Participação Social’.

Conforme a doutora em Serviço Social, Iraci de Andrade, a parti desse tema, a política de Assistência Social está em processo de avaliação em todas as conferências municipais que estão se realizando até dia 30 de setembro. Em novembro ocorre a Conferência Estadual e no início de dezembro, a XII Conferência Nacional. “O objetivo central é avaliar e elaborar diretrizes para os próximos dois anos, onde direcione as prioridades para os municípios na área de Assistência Social, ou seja, quais os desafios hoje para a política de Assistência Social no município de Pinhalzinho, considerando os diversos públicos que a Assistência Social atende, especialmente a população mais vulnerável”, destaca.

Iraci aponta ainda que na conferência foram elaboradas propostas direcionadas aos seguintes eixos: ao atendimento da população, no que diz respeito aos atendimentos sócios assistenciais; avaliar e tirar diretrizes referente ao financiamento do Sistema Único de Assistência Social, considerando principalmente que a política de Assistência Social não tem um percentual fixo mínimo, para ser investido; e a participação da população no processo de debate e construção da política de Assistência Social, onde o Conselho de Assistência Social é responsável pelo controle social da política de Assistência Social, mas de que forma é possível fortalecer esses conselhos para que cumpram a sua responsabilidade prevista em lei para que de fato haja efetividade dos direitos de Assistência Social.

A secretária de Assistência Social de Pinhalzinho, Ivone Orso, avaliou a conferência de forma positiva. “Tivemos uma participação expressiva de pessoas, com mais de 110 participantes. Dentre os participantes a maioria são usuários da política de assistência social. Para nós quanto gestão, quanto equipe técnica que executa os serviços de política de assistência social é bem importante ter esse olhar dos usuários que são os que recebem o nosso atendimento. Então, a presença deles foi bem importante porque eles nos auxiliaram a avaliar de como está o andamento dos trabalhos e a elaborar propostas tanto a novel municipal, Estadual e Nacional, de melhorias de atendimento, de programas e de serviços dentro da política de assistência social”, salienta.

Na oportunidade foram eleitos delegados, um da esfera governamental e dois da sociedade civil que irão participar da conferência estadual defendendo as propostas levantadas na conferência municipal.