CHAPECÓ
Notícias Pinho Moreira completa o primeiro quadrimestre sem recuar das prioridades

Pinho Moreira completa o primeiro quadrimestre sem recuar das prioridades

45
Pinho Moreira quitou R$ 90 milhões da saúde 2017 (Foto: Jeferson Baldo / Secom)

Depois de quatro meses, Santa Catarina pode comprovar os resultados da escolha do Governo em investir, principalmente, em Saúde, Segurança e cuidar com responsabilidade dos recursos públicos. Garantir avanços nos setores onde estão os principais anseios dos catarinenses e diminuir o tamanho da máquina pública têm sido, desde que assumiu, os principais compromissos do governador Eduardo Pinho Moreira (MDB). Os dias de trabalho, ao longo de quatro meses, incluíram também visitas aos municípios de todas as regiões do Estado, e a Brasília. O contato com as pessoas e os encontros oficiais garantiram energia, parcerias e avanços importantes para Santa Catarina.

“O período até agora teve muitas conquistas, mas também exigiu decisões difíceis. Nestes momentos, a inspiração veio da capacidade de trabalho da nossa gente, que faz de Santa Catarina um Estado diferenciado e exemplar. O Governo precisa estar voltado para o povo, ter coragem e responsabilidade para fazer mudanças, propor soluções para os desafios que ainda atrapalham a vida das pessoas”, afirmou o governador, que neste sábado completou quatro meses à frente do governo.

Moreira destaca que SCé referência em uma série de indicadores sociais e econômicos. O Estado tem a menor taxa de mortalidade infantil, a maior expectativa de vida e o que ocupa as melhores posições no ranking da geração de empregos no país. Com apenas 1,1% do território brasileiro também está entre os maiores produtores de suínos, aves, arroz, leite, maçã, entre outros.

O governador afirma que, se de um lado o Estado vai bem, por outro o Governo precisa rever os mecanismos de gestão. Diante da arrecadação que ainda não recuperou o ritmo de crescimento – tomando como parâmetro os números de 2014, antes de o país entrar em uma das piores recessões de sua história e o crescimento das despesas com a folha de pagamentos com o Estado ultrapassando o limite legal da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) – controlar e qualificar o gasto público passou a ser um dos grandes desafios da gestão.

Secured By miniOrange