CHAPECÓ
Geral PM interdita 147 estabelecimentos e prende 15 pessoas na Operação Covid-19 em...

PM interdita 147 estabelecimentos e prende 15 pessoas na Operação Covid-19 em SC

8751

Um mês depois de iniciada a Operação Covid-19, a Polícia Militar de Santa Catarina avalia como positivo o balanço inicial das ações de prevenção e combate ao contágio do coronavírus.

Na tarde desta quinta-feira (16), o comandante geral, coronel Araújo Gomes, divulgou os números do primeiro mês e garantiu que, para a PM, a operação não termina em um mês e, ao contrário, deve enfrentar a fase mais crítica a partir de agora. “O pior ainda está por vir”, disse.

Com mais de 700 horas de operação desde a publicação do primeiro decreto que determinou a quarentena, a Polícia Militar atendeu mais de 17 mil intervenções, 3 mil ocorrências, com 1.548 notificações e 382 termos circunstanciais lavrados.

Além disso, 147 estabelecimentos foram interditados e 15 pessoas foram presas por descumprirem as medidas estabelecidas do decreto.

“É visível que nesse período houve um achatamento da curva de propagação e contaminação”

O comandante ressaltou ainda que a PM precisou se adaptar durante os 30 dias iniciais, uma vez que as medidas restritivas eram alteradas dia após dia de acordo com a evolução do quadro de contágio. “Neste período, tivemos momentos muito difíceis para lidar com as mudanças das regras dia a dia, nos adaptando à dinâmica da crise”, pontuou.

Apesar disso, o comandante avaliou positivamente o resultado e destacou que as medidas e a fiscalização contribuíram para impedir a propagação desenfreada do vírus. “Tivemos bons números e bons resultados. Durante a maior parte do tempo, conseguimos garantir índices de isolamento social acima de 55%, chegando a picos perto de 65% quando isso ainda era prioridade para a contenção da propagação. É visível que nesse período houve um achatamento da curva de propagação e contaminação”, ressaltou.

A partir de agora, explicou Araújo, as ações se voltam para outro tipo de trabalho, o de garantir que os procedimentos de segurança sejam cumpridos nas atividades liberadas. “A nova fase se direciona ainda para a segurança de quem está no espaço público e a orientação para as pessoas que passarão a ir com mais frequência às ruas”, complementou.

A Operação Covid-19 é realizada em todo o Estado e não tem prazo para terminar.

Secured By miniOrange