CHAPECÓ

    Policia Civil de Chapecó indicia avô que abusava das netas

    28

    A Policia Civil de Chapecó concluiu nesta sexta-feira (25) investigação de abusos praticados pelo avô em suas netas. Após a recolha e análise de depoimentos, o criminoso foi indiciado por estupro qualificado e estupro de vulnerável praticados na forma consumada e tentada em face de três de suas netas. Foi realizado laudo psicológico das vítimas.

    No ano de 2009 foram realizadas alterações no Código Penal e as penas para esses crimes foram aumentadas. Então basta que o autor toque ou acaricie as partes íntimas de uma criança para que seja considerado consumado o crime de estupro de vulnerável, hoje com penas que variam de 8 a 15 anos de reclusão.

    O estupro é considerado crime hediondo e de difícil apuração, vez que praticado às escondidas e evitando testemunhas, dificultando os trabalhos da polícia judiciária.

    A solução do caso depende da atuação conjunta da equipe que compõe a DPCAMI e se apóia em análises de profissionais de diversas áreas como assistentes sociais e psicólogos, além das perícias realizadas pelo IGP.

    O caso agora ficará sob análise do Ministério Público, que irá decidir acerca do oferecimento da denúncia contra A.S.C. para que seja julgado pelo Poder Judiciário.

    Secured By miniOrange