Prefeitura, Chape e Familiares promovem momentos de reflexão e homenagens

9238

Há três anos, o mês de novembro vem com difíceis lembranças para a Chapecoense. Neste dia 19, a memória dos momentos adversos vividos em 2016 parece aflorar. Em contrapartida, o saudosismo também permite relembrar o legado positivo de todos os profissionais e amigos que nunca mediram esforços pelo clube alviverde.

Pensando nas boas lembranças e sempre agindo com o intuito de eternizá-las, a Associação Chapecoense de Futebol e a Prefeitura Municipal de Chapecó – em acordo com as famílias – realizaram uma série de atos.

O primeiro ato aconteceu no Átrio Davi Barella Dávi. No espaço – que foi construído em forma de homenagem, contemplação e lembrança, bem como de gratidão – as famílias plantarão lírios da paz. Cada muda do lírio – que, como o próprio nome sugere, significa a serenidade, a paz e a capacidade de anular energias negativas – levará uma plaquinha com o nome de cada uma das vítimas.

Posteriormente, os familiares – acompanhados pelos torcedores que, todos os anos, se mobilizam em sinal de respeito à data – seguiram em caminhada até as escadarias da Catedral Santo Antônio. No local, a Prefeitura realiza um momento de reflexão envolvendo inúmeros líderes religiosos. A intenção do ato foi promover a solidariedade e expressar palavras de amor, paz e dias melhores.

FOTO: Internauta